Goleada com olé, no 1º jogo de Zagallo no comando da Seleção

Goleada com olé, no 1º jogo de Zagallo no comando da Seleção

Com 8 oito jogadores do Botafogo, Brasil vence Argentina por 4 a 1

Seleção Brasileira

Créditos: Divulgação

Em agosto de 1968,  a então CBD escolheu o Botafogo, que tinha juntamente com o Santos, o melhor time do Brasil, para representar a Seleção Brasileira em um amistoso contra a Argentina, no Maracanã. O técnico do Brasil era Aymoré Moreira, mas no dia 7 de agosto o time entrou em campo comandado por Zagallo, então técnico campeão pelo Botafogo - seria bi no final do ano. Ele voltaria a treinar a Seleção em 1970.
 
O jogo foi espetacular. Uma exibição de gala do time brasileiro, fruto do entrosamento e da grande técnica dos craques alvinegros, que resultaram em um verdadeiro show de bola nos argentinos. O primeiro tempo terminou 2 a 0. Mais dois gols vieram na segunda fase, mas o capítulo especial ficou reservado para os quase cinco minutos de olé, a bola de pé em pé, em que o jornalista argentino Manoel Apelbaum, que cobria o jogo, chegou a contar a troca de 48 passes - tudo isso precedendo o último gol.
Foi um jogo que entrou para a história. 
 
07/08/1968 (21.00)
BRASIL 4:1 ARGENTINA (2:0)
Competição: Amistoso.
Local: Estádio do Jornalista Mário Filho “Maracanã”, no Rio de Janeiro (RJ). Público: 39.395 espectadores.
Árbitro: Armando Marques (Brasil). Assistentes: Amílcar Ferreira (Brasil), Antônio Viug (Brasil).
Gols: Waltencir, aos 41; Roberto Miranda (cabeça), aos 49; Roberto Miranda, aos 77; Jairzinho, aos 88; Basile (cabeça), aos 90.
BRASIL: Félix, Moreira (Murilo, aos 66), Brito, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Nado, Roberto Miranda (Ney Oliveira, aos 80), Jairzinho e Paulo César Lima. Treinador: Mário Jorge Lôbo Zagallo.
ARGENTINA: Sánchez, Ostua, Perfumo, Basile e Malbernat; Solari (Savoy, aos 65) e Rendo; Aguirre, Yazalde, Veglio (Minitti, aos 73) e Más. Treinador: José Maria Minella.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira