Brasil vence hermanos e conquista Copa Roca

Brasil vence hermanos e conquista Copa Roca

Nos dias 20 e 23 de dezembro de 1945, Seleção Brasileira derrota Argentina por 6 a 2 e 3 a 1, respectivamente, em São Januário

Brasil 6x2 Argentina: Domingos da Guia, Caju, Zeze Procopio, Ruy, Norival e Jayme de Almeida. AGACHADOS Lima, zizinho, Leônidas da Silva, Ademir Menezes e Chico

Brasil 6x2 Argentina: Domingos da Guia, Caju, Zeze Procopio, Ruy, Norival e Jayme de Almeida. AGACHADOS Lima, zizinho, Leônidas da Silva, Ademir Menezes e Chico

Créditos: Arquivo Nacional

A Copa Roca era disputada em dois jogos entre Brasil e Argentina. A edição de 1945 foi realizada no Rio de Janeiro, em duas decisões em São Januário, o estádio do Vasco da Gama.

No primeiro jogo, no dia 20 de dezembro, deu Brasil - e de goleada: 6 a 2.

No dia 23 de dezembro, a Seleção Brasileira confirmou a conquista da Copa Roca superando os hermanos por 3 a 1. Heleno de Freitas, Lima e Fonda (contra) foram os autores dos gols. Martino marcou para a Argentina.   

23/12/1945 

BRASIL 3:1 ARGENTINA 

Competição: Copa Roca.

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). Público: 25.748 espectadores.

Árbitro: Mário Gonçalves Vianna (Brasil). Assistentes: Oscar Ferreira Gomes (Brasil), Necyr de Souza (Brasil).

Gols: Heleno de Freitas (cabeça), aos 60; Martino, aos 64; Lima, aos 85; Fonda (contra), aos 87.

BRASIL: Ary, Domingos da Guia (Newton Canegal, aos 46) e Norival; Zezé Procópio, Ruy e Jayme de Almeida; Lima, Zizinho, Heleno de Freitas (Leônidas da Silva, aos 72), Ademir Menezes e Chico. Treinador: Flávio Rodrigues Costa.

ARGENTINA: Ogando, Salomón e Alberti; Fonda, Strembel (Perucca, aos 22) e Batagliero (Ramos, aos 44); Salvini, Pedernera (Pontoni, aos 63), Martino, Labruna e Sued. Treinador: Guillermo Stábile.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira