Rivellino comemora 72 anos nesta segunda-feira

Nascido em 1º de janeiro de 1946, o meia da Seleção Brasileira da Copa de 70 completa 72 anos nesta segunda-feira

24 6 1978 Brasil2x1Italia Rivellino10 AcervoCBF (2)

Campeão mundial com a Seleção Brasileira em 1970, Rivellino, dono da conhecida Patada Atômica, completa 72 anos neste segunda-feira (1). Nascido em São Paulo (SP), o jogador disputou 122 jogos pela seleção brasileira, computando 43 gols. É o terceiro na história que mais vestiu a Amarelinha.

Rivellino iniciou a carreira nas categorias de base do Corinthians (SP), atuando pelo time profissional de 1965 a 1974, e então se transferiu para o Fluminense (RJ), onde também virou ídolo e jogou até 1978. Na sequência, transferiu-se para a Arábia Saudita, para o Al-Hilal, onde encerrou a carreira.

Foi um dos destaques da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1970, ao lado de grandes jogadores como Pelé, Tostão, Carlos Alberto, Gerson, Jairzinho, entre muitos outros que levaram o título da competição para casa. Depois da Copa, ele ainda seria campeão pela Seleção Brasileira da Taça Independência, em 1972, conhecida também como Torneio "Mini-Copa", da Taça do Atlântico, em 1976, que contou com a presença de Argentina, Uruguai e Paraguai e do Torneio Bicentenário dos Estados Unidos também em 1976.

O dono da Patada Atômica viera a ser convocado pela segunda vez para uma Copa do Mundo, em 1974, na Alemanha Oriental, e dessa vez mais experiente, foi como o grande craque da Seleção Brasileira junto de Jairzinho, contudo ficou com o quarto lugar dessa competição. Disputou ainda o Mundial de 1978, ajudando a Canarinho a ficar com o terceiro lugar. 

A CBF parabeniza e agradece ao jogador por todos os anos dedicados ao futebol! Parabéns, Riva!

PATROCINADORES