Bicampeão em 1962 completaria 83 anos neste sábado

Nascido em 1934, volante da Seleção campeã em 1962, no Chile, Zequinha completaria 83 anos neste sábado

1971_07_11_Brasil 1x1 Austria_Amistoso Em pe_Ze Maria, Felix, Brito, Wilson Piazza, clodoaldo e Everaldo. Agachados_M Americo, Zequinha, Gerson, Tostao, Pele, Rivellino, Nocaute Jack

Créditos: Gerência de Acervo e Memória da CBF

Nascido em 18 de novembro de 1934, José Ferreira Franco, conhecido como Zequinha, volante da Seleção Brasileira de 1962, completaria 83 anos neste sábado (18). Natural de Recife-PE, o ex-jogador faleceu no dia 25 de julho de 2009, aos 74 anos. Uma grande perda para o futebol nacional e, principalmente, para os torcedores da Sociedade Esportiva Palmeiras. 

Zequinha iniciou sua carreira em 1954, no Auto Esporte Clube, na Paraíba. Foi um volante com grande poder de marcação e técnica na armação das jogadas. Com muita habilidade, tinha como característica apoiar bem o ataque, tanto que é o volante com maior número de gols na história do Palmeiras, clube que atuou por dez anos, de 1958 a 1968. Com a camisa do Verdão conquistou diversos títulos, que o levaram para a Seleção Brasileira. 

Nos 17 jogos vestindo a Amarelinha, além do Bicampeonato Mundial de 1962, no Chile, também conquistou a Taça Oswaldo Cruz (1962 e 1968), a Taça Rio Branco (1967) e a Copa Rocca (1963). 

A Confederação Brasileira de Futebol recorda a história deste inesquecível jogador e agradece a Zequinha por toda a contribuição dada à nossa Seleção. Obrigado, José Ferreira Franco!

Na foto

Em pé: Zé Maria, Felix, Britto, Piazza, Clodoaldo e Everaldo. Agachados: Mário Américo (Massagista), Zequinha, Gérson, Tostão, Pelé, Rivelino e Nocaute Jack (Massagista).

PATROCINADORES

Seleção Brasileira