Ramon Menezes exalta convocados e analisa grupo do Pré-Olímpico

Ramon Menezes exalta convocados e analisa grupo do Pré-Olímpico

Treinador fez primeira convocação após a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos

Convocação Seleção Brasileira Masculina Pré-Olímpica Convocação Seleção Brasileira Masculina Pré-Olímpica
Créditos: Joilson Marconne / CBF

Após a convocação da Seleção Pré-Olímpica para a Data FIFA de novembro, nesta terça-feira (7), o treinador Ramon Menezes exaltou a lista de convocados para o período de treinos entre os dias 13 e 21 , que servirá de preparação da equipe para o Torneio Pré-Olímpico, realizado na Venezuela, em janeiro de 2024. O local é o CT Joaquim Grava, que pertence ao Corinthians, em São Paulo.

"Estamos convocado uma ótima seleção. Alguns vêm pela primeira vez, outros já conhecem o trabalho. Essa preparação é muito válida para tirar algumas conclusões. É importante fazer uma convocação como essa", ressaltou.

Entre os 23 atletas chamados, o treinador convocou 13 jogadores com os quais já se sagrou campeão: Mycael, Andrew, Arthur Chaves, Robert Renan, Michel, Patryck, Alexsander, Andrey, Igor Jesus, Luis Guilherme, Biro, Matheus Nascimento e Sávio. Ele reforçou a importância de contar com um grupo vencedor e disse que a presença deles ajuda na adaptação dos novatos à sua metodologia.

"É a repetição, tem jogadores que me conhecem há um bom tempo, conhecem o trabalho. Isso já ajuda muito até aqueles que estão vindo, a dinâmica do trabalho já fica melhor. Eles entendem e já sabem o que a gente espera deles."

Convocação Seleção Brasileira Masculina Pré-Olímpica Convocação Seleção Brasileira Masculina Pré-Olímpica
Créditos: Joilson Marconne / CBF

No Torneio Pré-Olímpico, o Brasil disputa a vaga para o quadrangular final com Bolívia, Venezuela, Colômbia e Equador, grupo avaliado por Ramon como muito equilibrado ao elogiar os adversários. 

"Está tudo muito equilibrado. Uma competição sul-americana é sempre muito dura. No Pan, enfrentamos a Colômbia, que está no nosso grupo no Pré-Olímpico. No Sul-Americano, foi o adversário que não conseguimos vencer e empatamos os dois jogos. Tem a Venezuela, que será a dona da casa e evoluiu muito. É uma chave muito equilibrada, com um Equador também muito forte, e teremos que fazer uma grande preparação."

 

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics