Tite prega respeito e se derrete por Messi e Neymar: 'Excelência'

Tite prega respeito e se derrete por Messi e Neymar: 'Excelência'

Treinador projetou duelo entre Argentina e Brasil e elogiou os craques antes do clássico pela CONMEBOL Copa AMérica

08/07 - Treino da Seleção Brasileira na Granja Comary. Tite 08/07 - Treino da Seleção Brasileira na Granja Comary. Tite
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O dia anterior à final da CONMEBOL Copa América 2021 começou cedo para Tite. Na manhã desta sexta-feira (9), o técnico da Seleção Brasileira deu entrevista coletiva sobre a grande decisão entre Brasil e Argentina.

Diante de um grande clássico, Tite vive a expectativa por proporcionar um espetáculo de alto nível para os torcedores. Ao projetar a disputa entre as duas equipes no Maracanã, o treinador pregou respeito ao adversário.

"Por mais que eu conheça o Scaloni, a Seleção Argentina, eu não sei o contexto todo dela, eu não posso me aprofundar e ser tendencioso, parcial e dizer que o outro não merece. Eu quero que faça um grande espetáculo, que seja um grande jogo, competitivo e leal. Agora comparar entre um e outro, agora não dá, porque não tenho a devida resposta para isso. Os 90 minutos ou mais refletidos nessa final que também vão contribuir para isso", contou Tite.

Um dos confrontos mais esperados da partida deste sábado será entre os dois "camisas 10" em campo. De um lado, Neymar Jr. defende a Amarelinha por sua primeira Copa América. Do outro, Lionel Messi, que busca seu primeiro título com a Argentina. Dois gênios do futebol que não se enfrentam por suas seleções desde 2016.

"A grandeza, a dimensão de Brasil e Argentina, são dois últimos sul-americanos campeões do mundo. 2002, 1994, 1986... Tem uma dimensão, sem desprezar e sabendo da grandeza da Colômbia, do Uruguai. A gente sabe da grandeza de dois ícones do futebol mundial. Falar de Messi e Neymar é falar de excelência, de virtudes técnicas, mentais, físicas, de capacidade de criação muito alta. Aì um grande desafio, um grande espetáculo", disse Tite.

De lá para cá, muita coisa aconteceu. Brasil e Argentina voltaram a se enfrentar em um jogo oficial na Copa América de 2019. Naquela semifinal, a Seleção Brasileira, sem Neymar, venceu por 2 a 0, com gols de Gabriel Jesus e Roberto Firmino. Ao lado de Tite durante a entrevista coletiva, o auxiliar técnico César Sampaio descartou qualquer tipo de herança daquela partida a ser levada para a final deste sábado.

"O que pesa é o momento, o que as duas equipes fizeram. É uma equipe que merece todo o nosso respeito, de estrutura de Seleção. Tenho certeza que será um grande jogo. Esse passado não entra no jogo. É uma partida em que temos que fazer melhor, vencer por produzir algo melhor, que nos trará esse êxito. A gente encara com igualdade porque essa seleção da Argentina merece todo nosso respeito", avaliou César.

Brasil e Argentina se enfrentam no próximo sábado (10), pela final da CONMEBOL Copa América 2021. A bola rola às 21h no Maracanã, no Rio de Janeiro, com transmissão do SBT e da ESPN Brasil.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira nike guarana antarctica vivo itau mastercard voe gol semp tcl free fire kwai grupo cimed fiat pague menos bitci cafe 3 corações techno gym stats ports kin analytics globus brasil