Experiente em Eliminatórias, Thiago Silva projeta duelos contra Venezuela e Uruguai

Experiente em Eliminatórias, Thiago Silva projeta duelos contra Venezuela e Uruguai

Em grande fase no Chelsea, da Inglaterra, zagueiro lembrou de jogo contra a Venezuela na Copa América para exemplificar dificuldades esperadas nesta Data FIFA.

Coletiva de imprensa Thiago Silva e Diego Carlos Coletiva de imprensa Thiago Silva e Diego Carlos
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Thiago Silva conhece bem o caminho das pedras nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Em busca de seu quarto Mundial, o zagueiro já disputou o torneio classificatório em duas oportunidades e, em ambas, ficou em primeiro lugar com a Seleção Brasileira.

Por isso mesmo, o defensor sabe que não há adversário fácil na disputa. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (9), na Granja Comary, em Teresópolis, o zagueiro projetou os próximos dois duelos da Seleção na luta por uma vaga na Copa do Mundo de 2022, contra Venezuela e Uruguai.

"Em se tratando de Eliminatórias, são confrontos sempre muito complicados. A gente tem uma partida recém disputada contra a Venezuela pela Copa América, um empate por 0 a 0, em que eles nos impuseram muitas dificuldades, principalmente defensivamente. Teve mudança de treinador, algumas situações de desconvocações por covid. São duas grandes equipes. Jogando dentro de casa, vamos procurar mandar no jogo. Fora, no Uruguai, não deve ser um jogo como o da Eliminatória passada (4 a 1 para o Brasil), mas espero que a gente possa continuar mantendo nossa performance dentro de campo", avaliou Thiago Silva.

Aos 36 anos, Thiago Silva sabe que se manter jogando em alto nível é um desafio cada vez maior. Mas o zagueiro tem deixado para trás qualquer dúvida sobre a sua capacidade de jogar na elite do futebol. Titular do Chelsea, da Inglaterra, o defensor tem liderado uma das melhores defesas da Premier League, provando seu espaço em uma liga nova e garantindo novas oportunidades com a Seleção.

"Para mim, é um motivo de grande orgulho. Normalmente, com 36 anos, os atletas estão saindo da Premier League para procurar campeonatos teoricamente mais fáceis. Eu, ao mesmo tempo, procurei esse desafio, porque acredito muito no meu trabalho, de preparação, de tudo isso relacionado ao futebol. Caí em uma equipe, encaixei em uma equipe que abriu os braços para mim. Meu maior medo é desapontar essas pessoas. Com certeza, farei de tudo para continuar ajudando o Chelsea na caminhada da Premier League. Tenho uma responsabilidade grande, mas estou feliz com o momento que estou passando", declarou.

Segundo jogador mais experiente desta convocação, com 91 jogos pela Seleção Brasileira, Thiago Silva fez dupla com Marquinhos nos dois primeiros jogos das Eliminatórias. Dessa vez, o Monstro ainda terá Felipe e Diego Carlos como companheiros de zaga, o que, para ele, só mostra a força do trabalho na Seleção.

"O Tite, nesse aspecto, está muito bem servido. Eles estudam o jogador a cada situação em seus clubes. Uma coisa que admiro muito nele, que me enche de orgulho, é ele fazer as coisas da maneira certa. O cara que vem aqui merece estar aqui. É claro que quando você tem uma equipe atuando muitos jogos juntos, quando você perde algumas peças, você sente os desfalques. Mas isso não é desculpa, faz parte da mentalidade de mostrar o seu valor e o porquê de estar na Seleção Brasileira", concluiu.

Thiago Silva e a Seleção Brasileira entram em campo na próxima sexta-feira (13), contra a Venezuela, no Morumbi, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022. No dia 17, é a vez do Brasil ir até o Uruguai enfrentar os donos da casa no Estádio Centenário.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NIKE GUARANÁ ANTÁRTICA VIVO ITAÚ MASTERCARD GOL CIMED SEMP TCL FIAT PAGUE MENOS 3 CORAÇÕES TECHNOGYM STAT SPORTS