Sul-Americano 1919: primeiro grande título da Seleção completa 100 anos

Sul-Americano 1919: primeiro grande título da Seleção completa 100 anos

Jogando em casa, Brasil garantiu taça ao vencer o Uruguai por 1 a 0 na final, com gol de "El Tigre" Friedenreich. Título completa 100 anos nesta quarta (29)

Primeiro título da Seleção Brasileira completa 100 anos - Sul-Americano 1919

Créditos: Reprodução/Revista O Malho

“Naquele instante, o futebol fazia sua primeira grande mágica; a revolução que o tornaria um patrimônio cultural de toda uma nação.” As palavras do jornalista Roberto Sander nos levam de volta ao dia 29 de maio de 1919, que entrou para a história como um dos marcos pioneiros de nosso futebol. Afinal, foi há exatos 100 anos que a Seleção Brasileira conquistou seu primeiro grande título na história, jogando em casa, no Rio de Janeiro: o Campeonato Sul-Americano.

A campanha do escrete Canarinho começou já com uma goleada. No jogo inicial, 6 a 0 sobre o Chile diante de um Estádio de Laranjeiras lotado - e construído especialmente para o torneio de seleções em 1919. Três dos seis gols da Seleção Brasileira na estreia foram marcados por Arthur “El Tigre” Friedenreich, primeiro ídolo do nosso futebol e artilheiro do Brasil no Sul-Americano, com quatro gols de 12 no total.

O Brasil seguiu na competição com uma vitória sobre a Argentina (3 a 1) e um empate com o Uruguai (2 a 2), confronto este que forçou um jogo final de desempate. Na grande decisão, Friedenreich balançou as redes dos nossos rivais - que não vencíamos há três jogos - e garantiu o primeiro troféu da história da Seleção Brasileira.

A conquista do Brasil ainda inspirou o samba “1 x 0”, de Pixinguinha, que acabou se tornando a trilha sonora daquela trajetória. Além da conquista nos gramados, o Campeonato Sul-Americano também entrou para os livros de história pela presença nas arquibancadas: a final teve 27.500 torcedores presentes em Laranjeiras, mas muitos outros se penduraram em árvores para assistir ao confronto. Pela primeira vez, o futebol serviu de ferramenta para unir todas as classes sociais no Brasil.

Relembre a campanha da Seleção Brasileira no Sul-Americano de 1919:


11/05/1919 - Brasil 6 x 0 Uruguai. Gols: Arthur Friedenreich (três vezes), Neco (duas vezes) e Haroldo;
- 18/05/1919 - Brasil 3 x 1 Argentina. Gols: Heitor, Amílcar e Millon (Brasil); Carlos Izaguirre (Argentina);
- 25/05/1919 - Brasil 2 x 2 Uruguai. Gols: Neco (duas vezes, Brasil); Isabelino Gradín e Carlos Scarone (Uruguai)
- 29/05/1919 - Brasil 1 x 0 Uruguai. Gol: Arthur Friedenreich

Ficha técnica: Brasil 1 x 0 Uruguai

BRASIL 1 x 0 URUGUAI
Data: 29/05/1919
Competição: Campeonato Sul-Americano.
Local: Estádio das Laranjeiras, Rio de Janeiro (RJ).
Público: 27.500 espectadores.
Árbitro: Juan Barbera (ARG). Assistentes: Ernesto Matozzi (ARG), Armindo Castagnola (ARG).
Gol: Friedenreich, aos 122.

BRASIL:

Marcos de Mendonça (Fluminense); Píndaro (Flamengo); Bianco (Palestra Itália, atual Palmeiras); Sérgio Pires (Paulistano-SP); Amílcar (Corinthians); Fortes (Fluminense); Millon (Santos); Neco (Corinthians); Friedenreich (Paulistano); Heitor (Palestra Itália-SP) e Arnaldo (Santos).

Comissão Técnica: Arnaldo da Silveira (capitão), Amílcar, Mário Pollo, Affonso de Castro e Ferreira Vianna Netto.

URUGUAI:


Cayetano Saporiti, Manuel Varela e Alfredo Foglino; Rogelio Naguil, Alfredo Zibechi e José  Vanzzino; José Pérez, Héctor Scarone, Angel Romano, Isabelino Gradín e Rodolfo Marán. Treinador: Severino Castillo.

Convocados do Brasil para o Sul-Americano 1919:

Marcos de Mendonça (Fluminense FC-RJ), Dionísio (CA Ypiranga-SP), Píndaro (CR Flamengo-RJ), Bianco (SS Palestra Itália-SP), Sérgio Pires (CA Paulistano-SP), Amílcar (SC Corinthians Paulista-SP), Fortes (Fluminense FC-RJ), Neco (SC Corinthians Paulista-SP), Friedenreich (CA Paulistano-SP), Heitor (SS Palestra Itália-SP), Arnaldo (Santos FC-SP), Palamone (AA Mackenzie College-SP), Laís (Fluminense FC-RJ), Picagili (SS Palestra Itália-SP), Martins (São Cristóvão AC-RJ), Carregal (CR Flamengo-RJ), Millon (Santos FC-SP), Arlindo (América FC-RJ), Haroldo (Santos FC-SP), Galo (CR Flamengo-RJ), Luiz Menezes (Botafogo FR-RJ), Junqueira (CR Flamengo-RJ).

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações