Seleção Brasileira: Renan Lodi e Everton titulares contra a Nigéria

Seleção Brasileira: Renan Lodi e Everton titulares contra a Nigéria

Técnico Tite faz mudanças no time que enfrentou Senegal. Saem Alex Sandro e Philippe Coutinho, entram Renan Lodi e Everton

Último treino da Seleção Brasileira em Singapura. Tite

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O técnico Tite confirmou duas mudanças na equipe que enfrentará a Nigéria em relação ao time que iniciou o jogo contra Senegal. Neste domingo (13), em Singapura, a Seleção Brasileira terá Renan Lodi e Everton nos lugares de Alex Sandro e Philippe Coutinho.

De olho na formatação de um novo sistema de jogo, Tite explicou o motivo das duas alterações. Na noite deste sábado (12), após o treinamento realizado no período da tarde, ele conversou com os jornalistas presentes em Singapura.

- O que tenho de ideia de futebol é o equilíbrio. Quando é excessivamente defensivo ou ofensivo, você sofre. Equilibrar a equipe é nosso desafio. E só na teoria não dá, tenho que colocar para jogar. Se não fica uma coisa aleatória. O Renan foi em função da sequência do Alex Sandro. Ele vinha de sequência forte no clube, viagem, não estava totalmente recuperado. E tenho no Renan a tranquilidade de botar para jogar.

Titular e peça importante da Copa América, Éverton desempenhará uma função idêntica ao que fez na competição, segundo ele mesmo falou. Ciente da dificuldade de enfrentar mais um adversário forte como a Nigéria, ele não vê a hora de entrar em campo.

- Sempre motivo de muita felicidade vestir a camisa da Seleção, seja começando jogando ou no banco. A gente sabe que eles são bem rápidos e têm a força física com um dos pontos fortes, mas a gente vai tentar fazer o nosso jogo, com passes rápidos, nosso ritmo. Minha função será bem parecida com a da Copa América, com liberdade para atacar ali pela esquerda e ajudar na recomposição - comentou Everton.

Por outro lado, o lateral esquerdo Renan Lodi terá sua primeira oportunidade como titular da Seleção Brasileira. Ele, que fez sua estreia com a Amarelinha no empate em 1 a 1 com Senegal, espera dar conta do recado.

- Foi uma emoção muito grande ali na estreia, e agora vou ter a chance de começar jogando. Tenho certeza que vou fazer meu trabalho muito bem. O que o Tite pediu foi para ter tranquilidade, rodar a bola entre os dois lados e procurar as triangulações pela lateral - disse Renan.

Brasil e Nigéria entram em campo às 20 horas (9 horas de Brasília) deste domingo (13). A partida será disputada no Estádio Nacional de Singapura, mesmo palco do empate com Senegal. Após o confronto, a delegação será liberada.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira