Raízes da Seleção: Miranda e a promessa que mudou sua vida

Raízes da Seleção: Miranda e a promessa que mudou sua vida

Zagueiro perdeu o irmão na infância e determinou que seguiria carreira de jogador em homenagem a ele

Miranda

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Miranda tinha pouco mais de dez anos de idade quando recebeu a pior notícia de sua vida. Seu irmão mais velho, exemplo para ele, morrera em um acidente de trabalho. Em meio à profunda tristeza, Miranda fez uma promessa a mãe e encontrou no futebol uma saída para realizá-la.

- Meu irmão ajudava em praticamente tudo, era o que tinha o salário maior, que sustentava a casa, para nós foi um baque muito grande. Eu lembro como se fosse hoje que eu falei para minha mãe: ‘tranquila, mãe, que eu vou me tornar um profissional e eu vou ajudar você’ - lembrou.

A promessa não foi mesmo da boca para fora. Determinado a seguir a carreira de jogador, Miranda escolheu a posição de zagueiro inspirado no irmão. Ele era craque de bola, mas preferiu não seguir carreira por medo das incertezas que a vida de jogador trazia. Precisava sustentar a família e teve de abandonar o próprio sonho.

Confira: Nascido em Goiás, Arthur se apaixonou pelo futebol e se tornou peça chave da Seleção Brasileira

Isso só motivou Miranda ainda mais. O tempo se passou e ele deixou Paranavaí, no interior do Paraná, para abraçar o mundo. Foi revelado pelo Coritiba, passou pelo São Paulo, pelo futebol europeu e chegou à Seleção Brasileira. Consolidado como jogador profissional, conseguiu cumprir uma promessa feita muitos anos antes.

- Minha mãe guardava dinheiro todo mês para ver se comprava o material e chegava a estragar e eu quando ganhei dinheiro no futebol pela primeira vez, a primeira coisa que eu fiz foi construir a casa para minha mãe. Quando eu me tornei profissional eu dei uma casa para cada irmão. Pude estabilizar minha família. Isso não tem preço. E tudo começou quando perdi meu irmão, foi ali que eu foquei e fiz a promessa para minha mãe.

Não há dúvida de que foi o amor pela família que trouxe Miranda até aqui. Depois de disputar a Copa do Mundo pela Seleção, o zagueiro foi convocado para a Copa América. Esta pode ser uma última chance de ganhar um título com a camisa da Seleção. Para ele, seria uma oportunidade única de homenagear quem fez tanto por ele.

- Se vier um título da Copa América, vai ser em memória do meu irmão, da minha família, que sempre esteve do meu lado e serviu de suporte em todos os momentos que eu passei. Tanto os familiares de Paranavaí, quanto os familiares que vivem comigo no dia a dia. Minha esposa, meus dois filhos, e a Sarah (filha), que está vindo aí. Se eu ganhar esse título, vai ser para coroar esse momento extraordinário que estou vivendo.

Retrato Miranda Volta por cima: Miranda quer título da Copa América para consagrar trajetória de superação da família
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações