Médicos da Seleção avaliam período de exames e testes físicos

Médicos da Seleção avaliam período de exames e testes físicos

Rodrigo Lasmar, Luiz Crescente e o preparador físico Fábio Mahseredjian deram um panorama físico e médico dos atletas que estão na Granja Comary

Coletiva Dr. Crescente, Dr. Rodrigo Lasmar e Prof. Fábio Mahseredjian

Créditos: Lucas Figueiredo

O médico da Seleção Brasileira  no início da tarde desta quarta-feira (23). Em coletiva de imprensa, realizada no centro de mídia da Granja Comary, os profissionais falaram sobre as avaliações feitas no grupo desde a apresentação. O trio também explicou as etapas do processo de recuperação de Neymar, Fagner e Douglas Costa. Esse último em tratamento de uma lesão na coxa.

– Temos tempo suficiente para recuperar esses atletas antes da Copa do Mundo – tranquilizou Rodrigo Lasmar logo em uma das primeiras perguntas feitas por jornalistas. 

Neymar treinou ontem no campo dois da Granja ao lado de Danilo e Gabriel Jesus. Segundo o preparador físico Fábio Mahseredjian, o processo de evolução do atacante é promissor.

– Ele está muito bem amparado. Quando ele começar a trabalhar com todo o grupo, em campo, vai acelerar essa readaptação aos movimentos e ao ritmo de jogo. Nossa expectativa é que ele participe dos amistosos – disse Fábio, que reforçou o fator da multidisciplinaridade nas decisões da comissão.

– Nenhuma decisão aqui é isolada. Passa por todos os envolvidos e a opinião do atleta também e levada em consideração.

Os jogadores da Seleção Brasileira começaram a chegar à Granja Comary na última segunda (21). Desde então, os vinte atletas concentrados - Marcelo, Roberto Firmino e Casemiro só se juntam ao grupo na próxima semana – dividem o seu tempo entre a realização de exames médicos e testes físicos no Centro de Excelência do Futebol Brasileiro. Inaugurado há uma semana, o local dispõe da mais moderna tecnologia existente no planeta para o cuidado dos nossos craques.   

– Futebol de hoje exige muita intensidade. Fizemos uma bateria de exames para saber o desgaste muscular e metabólico dos nossos jogadores. Estamos cuidando da alimentação, do sono, e da recuperação daqueles mais desgastados. A maioria dos atletas já é convocada há muito tempo e já fazemos o acompanhamento dos seus dados científicos. O que difere esse grupo é que estão sempre preocupados com essas informações, de como chegam e saem daqui. Todo trabalho físico é monitorado e eles gostam disso. É uma característica desse grupo – entregou o fisiologista Luiz Crescente.

A comissão técnica brasileira utilizará as informações do sistema de monitoramento de atletas que será oferecido pela FIFA na Copa do Mundo. Todos os estádios da competição estarão munidos com a tecnologia. Já nos treinamentos de preparação, a equipe continuará utilizando o habitual GPS. A novidade é que os profissionais conseguem acompanhar em tempo real as cargas e distâncias percorridas pelos atletas. Isso ajuda na prevenção de lesões e na condução das atividades.

– Já usamos o GPS há um bom tempo, os clubes também. Cada comissão utiliza de um jeito. Ele nos permite saber se o treino foi de alta ou baixa intensidade, e controlar os intervalos entre as ações. Com o ipad em mãos a gente consegue monitorar em tempo real. Daí a gente passa para o Tite, que adequa ao trabalho.

A Seleção Brasileira segue na Granja Comary até o dia 26 de maio. No dia 27, a delegação embarca para Londres. Lá se juntarão ao grupo Marcelo, Roberto Firmino e Casemiro. O trio disputa a decisão da Liga dos Campeões da Europa no fim de semana. O Brasil fará dois amistosos antes de embarcar para Rússia para o início da Copa do Mundo. No dia 3 de junho enfrenta a Croácia, em Londres. E no dia 10 encara a Áustria, em Viena. No dia 17 de junho, a Seleção estreia na Mundial contra a Suíça.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira