Lucas Santos e Gláuber comemoram experiência com a Seleção Brasileira

Lucas Santos e Gláuber comemoram experiência com a Seleção Brasileira

Jogadores contaram que Casemiro foi quem mais os aconselhou, e falaram também da experiência de treinar com os craques que viam pela televisão

Treino da Seleção Brasileira em Praga. Glauber e Lucas

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Mais uma vez a Seleção Brasileira recorreu a atletas sub-20 para auxiliar nos treinamentos da equipe para um amistoso. Segundo Tite e Edu Gaspar, é uma forma de qualificar os trabalhos com jogadores de bom nível, além de dar experiência aos jovens. Nesta Data FIFA de março, o privilégio ficou com Lucas Santos, do Vasco da Gama, e Gláuber, do Botafogo.

Durante 10 dias, a dupla de jovens jogadores participou de todos os treinamentos, cumpriu os mesmos horários que os atletas convocados e estiveram na arquibancada para torcer pela Seleção Brasileira no amistoso contra o Panamá. Farão o mesmo nesta terça-feira (26), diante da República Tcheca, em Praga.

Nesta segunda-feira (25), quando a Seleção Brasileira treinou no palco do amistoso do dia seguinte, a Eden Arena, os dois tiveram a última oportunidade de dividir o campo com as feras que eles estavam acostumados a acompanhar e torcer pela televisão.

- Via na TV, jogava com eles no videogame, e agora tive essa oportunidade maravilhosa. Tenho que agradecer a Deus, a essa comissão técnica e também aos jogadores, pela recepção que nos deram. Tenho certeza que volto um jogador mais experiente - comentou o zagueiro Gláuber, que na quarta-feira retornará ao Botafogo.

Lucas Santos já tinha recebido essa oportunidade antes da Copa do Mundo da Rússia 2018. Durante o período de treinos na Granja Comary, ele fez parte do grupo de seis atletas sub-20 que auxiliaram nos treinamentos.

- É uma experiência sem igual. O Casemiro foi quem mais aconselhou a gente, conversou bastante mesmo, mas todo o grupo nos ajudou e passou confiança. Quero voltar logo para o clube para colocar em prática o que aprendemos aqui e, quem sabe, um dia ser convocado também - contou o animado atacante do Vasco da Gama, que foi apelidado de "mini Willian" pelos jogadores.

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações