Júlio César e Julio Baptista são recebidos pelo presidente Rogério Caboclo na sede da CBF

Júlio César e Julio Baptista são recebidos pelo presidente Rogério Caboclo na sede da CBF

Campeões da Copa América estiveram na sede da CBF um dia após conquista do Brasil em 2019. Dupla também participou de títulos da Copa das Confederações

Juninho substitui Edu Gaspar como coordenador técnico da Seleção Brasileira Juninho substitui Edu Gaspar como coordenador técnico da Seleção Brasileira
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Um dia após a Seleção Brasileira conquistar o nono título da Copa América, dois campeões com a amarelinha visitaram a CBF e reviveram suas glórias no Museu Seleção Brasileira, na sede da CBF: o goleiro Júlio César e o meia-atacante Julio Baptista. Defendendo a Seleção Brasileira, ambos triunfaram tanto na Copa América quanto na Copa das Confederações.

A dupla foi recebida pelo presidente Rogério Caboclo. Após o almoço e uma descontraída conversa na sala da presidência, foram acompanhados no Museu por Juninho Paulista, novo Coordenador da Seleção Masculina Principal, e Gilberto Ratto, Diretor de Marketing da CBF. Durante a visita, Júlio César e Julio também pararam para fotos com grupos de torcedores. Antes de prestigiar toda nossa história, o goleiro comemorou o título da Copa América 2019 e destacou o fator casa como diferencial para a conquista.

Júlio Cesar e Júlio Batista visitam a Sede da CBF Júlio César é campeão da Copa América (2004) e bicampeão da Copa das Confederações (2009/2013)
Créditos: Laís Torres/CBF

​- Jogando em casa a gente sabe da pressão. Foi bacana ver nossa Seleção de perto ganhando esse título importante, para trazer confiança para o grupo. Todo jogador gostaria de jogar uma partida de futebol no Maracanã, é o templo. Não tem jeito! E você ganhar um título com a Seleção Brasileira nesse campo, nesse estádio, é marcante. Não tenho dúvida nenhuma - celebrou o goleiro, campeão da Copa América 2004 e de duas Copas das Confederações (2009/2013).

Já Julio Baptista, campeão das Copas América 2004/2007 e das Copas das Confederações 2005/2009, reforçou que o troféu vem em boa hora para a Seleção Brasileira. Para o ex-jogador, o título traz confiança para o trabalho da comissão técnica, comandada pelo técnico Tite, além de coroar o esforço de um grupo muito unido.

Júlio Cesar e Júlio Batista visitam a Sede da CBF Julio Baptista marcou presença em duas conquistas de Copa América (2004/2007) e Copa das Confederações (2005/2009)
Créditos: Laís Torres/CBF

- É muito gratificante ver como o grupo está fechado, todos os jogadores mereciam esse título por tudo que vêm passando. Isso dá mais força para a Seleção e para o Tite poder trabalhar com mais tranquilidade, desenvolver um trabalho que todos nós queremos ver, que é ganhando títulos. Mas isso só acontece quando se tem tranquilidade, e ela vem com títulos - comentou Julio Baptista.

 

 

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports