Jovem se emociona ao conhecer Tite, Juninho Paulista e Branco

Jovem se emociona ao conhecer Tite, Juninho Paulista e Branco

Nascido e criado na Vila Aliança, comunidade de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, Douglas Reis estava na CBF para conhecer o Museu Seleção Brasileira

Superação: jovem se reencontra no futebol. Douglas dos Reis e Tite

Créditos: Thais Magalhães/CBF

Nascido e criado na Vila Aliança, comunidade de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, Douglas Lima dos Reis viveu uma sexta-feira (23) dos sonhos. Ele estava na CBF, onde veio visitar o Museu Seleção Brasileira e acompanhar o Franklin, seu primeiro técnico no futebol. Depois de conhecer um pouco mais da história da Amarelinha, ele foi surpreendido com um convite para encontrar o técnico Tite, o Coordenador da Seleção, Juninho Paulista, além do Coordenador das Categorias de Base da CBF, Branco.

Aos 21 anos, Douglas se emocionou ao contar sua história para o trio da Seleção Brasileira. Ao lado de Jocelyn, sua namorada americana, ele lembrou a infância difícil na Vila Aliança. Contou sobre os amigos que perdeu para o mundo das drogas e também de como teve sua vida mudada pelo projeto Craques da Vila. Foi justamente o Franklin Ferreira de Melo, que comanda o projeto, quem insistiu para que ele trilhasse um caminho no esporte. Da Vila Aliança para o Tacoma Stars, clube de futebol indoor dos Estados Unidos, ele passou pela Taça das Favelas e pelo Golden State F.C., time semi-profissional da Califórnia. 

- Me emocionei firme ali naquela sala. O coração bateu a mil. Nunca imaginei que fosse conhecer esses caras que só via pela televisão, e ainda poder falar da minha trajetória para eles. Foi incrível, um dia inesquecível - comentou Douglas.

Superação: jovem se reencontra no futebol. Branco, Juninho Paulista,  Franklyn, Douglas dos Reis e Tite Superação: jovem se reencontra no futebol. Branco, Juninho Paulista, Franklyn, Douglas dos Reis e Tite
Créditos: Thais Magalhães/CBF

O caminho do lateral-esquerdo foi duro. Aos 13 anos, ele conheceu o Franklin quando era gandula no campo da Vila Aliança e começava a "ser apresentado a coisas erradas", como ele mesmo definiu. Logo que começou a treinar no Craques da Vila, veio o maior de todos os percalços. Sua mãe Marlene faleceu. Ele carrega uma tatuagem em sua homenagem no antebraço. Depois, quando já tinha proposta para jogar nos Estados Unidos, chegou a ter o visto negado por duas vezes. Nunca desistiu e hoje se orgulha do que construiu. Por isso que as palavras ditas por Tite a ele foram tão importantes.

- Vou levar para sempre o que ele me disse. Falou para eu seguir nesse caminho, buscando sempre alcançar meus objetivos com foco e dedicação, que minha história pode servir de exemplo para muita gente - contou.

Superação: jovem se reencontra no futebol. Franklyn, Douglas dos Reis e Tite Superação: jovem se reencontra no futebol. Franklyn, Douglas dos Reis e Tite
Créditos: Thais Magalhães/CBF

O projeto Craques da Vila, que revelou Douglas Reis, existe há 17 anos. São centenas de crianças que já passaram por lá. Alguns seguiram no futebol, mas outros trilharam caminhos profissionais distintos. É justamente esse o propósito do projeto. Segundo Franklin Ferreira, não se trata apenas de esporte, mas também de cidadania e formação. Foi por isso que ele se reuniu nesta sexta-feira com Diogo Netto, Gerente de Desenvolvimento Técnico e Responsabilidade Social, e também com o Coordenador das Categorias de Base da CBF, Branco. Juntos, eles conversaram sobre alguns temas que serão levados para o Seminário das Categorias de Base, que será organizado pela entidade. 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações