Há 90 anos, Preguinho marcava o 1º gol da Seleção Brasileira em Copas do Mundo

Há 90 anos, Preguinho marcava o 1º gol da Seleção Brasileira em Copas do Mundo

Site da CBF inicia série para homenagear a memória dos atletas que defenderam o Brasil na primeira Copa e conta a história do ponta-esquerda do Fluminense e seu grande feito no Uruguai

Preguinho - Autor do Primeiro gol da Seleção Brasileira O árbitro Anibal Tejeda (no centro) e os capitães de Brasil, Preguinho (camisa clara), e Iugoslávia, Milutin Ivkovic (camisa escura), antes da 1ª partida da Seleção Brasileira em Copas
Créditos: FIFA.com/Bob Thomas/Popperfoto/Getty Images

Seleção Brasileira e Copa do Mundo têm uma verdadeira história de amor. A Canarinho é a equipe com mais títulos da competição, cinco taças, com mais vitórias (73 em 109 partidas) e é a única que disputou todas as edições. Esta relação começou há exatos 90 anos, no dia 14 de julho de 1930, e o site da CBF relembra o início da trajetória do Brasil em Copas através de um personagem: Preguinho, o autor do primeiro gol da história da Seleção em Mundiais. 

João Coelho Netto nasceu no dia 8 de fevereiro de 1905. Durante a infância, foi jogado na piscina em uma brincadeira com amigos e, sem saber nadar, afundou e 'caiu como um prego'. O apelido ficou e, partir daí, as habilidades esportivas começaram a ser aprimoradas. Ele foi atleta de futebol, natação, remo, polo aquático, saltos ornamentais, atletismo, basquete, vôlei, hóquei sobre patins e tênis de mesa. Preguinho tinha talento em todas as modalidades, conquistando 387 medalhas e 55 títulos no geral. Mas seus grandes feitos são no futebol. 

Preguinho - Autor do Primeiro gol da Seleção Brasileira Busto de Preguinho da sede do Fluminense. Atleta é um dos maiores ídolos da história do clube
Créditos: Fluminense FC

A estreia dele com a bola nos pés ocorreu em 19 de abril de 1925. Preguinho havia conquistado o campeonato estadual de natação na categoria 600 metros e, logo na sequência da prova, partiu em direção ao Estádio das Laranjeiras e ajudou o Fluminense a conquistar o Torneio Início. O ponta-esquerda foi quem mais vezes balançou as redes do Estádio das Laranjeiras, com 78 gols marcados, e é um dos maiores artilheiros da história do Tricolor, com 153 tentos. Mas o mais célebre de seus gols, como citado no começo deste texto, foi com outra camisa: a ainda branca e com detalhes em azul da Seleção Brasileira. 

Preguinho - Autor do Primeiro gol da Seleção Brasileira O primeiro time da Seleção Brasileira da história em uma Copa do Mundo
Créditos: FIFA.com/Bob Thomas/Popperfoto/Getty Images

O tento foi marcado no duelo entre Brasil e Iugoslávia, em jogo válido pela primeira Copa do Mundo de todos os tempos, disputada no Uruguai. Sentindo muito a questão climática, com a temperatura perto da casa dos 0º na cidade de Montevidéu, a Seleção Brasileira teve grandes dificuldades na partida. Mais acostumados com o frio, os europeus jogavam melhor e abriram uma vantagem de 2 a 0 no placar do Estádio Gran Parque Central. Aos 17 minutos da etapa final, Fausto driblou Vouyadinovich e lançou para a área adversária. Ickovitch e Preguinho disputaram a bola, o brasileiro conseguiu tê-la em seus domínios e finalizou para o fundo da rede. O gol não evitou a derrota do Brasil na estreia, mas abriu a porteira, como se diz na gíria do futebol, para os 229 que fazem da Seleção Brasileira a maior artilheira da história da competição.

Os feitos históricos de Preguinho no Mundial de 1930 não param por aí. Além de autor do primeiro gol, ele também foi o primeiro capitão da Seleção em Copas e o primeiro artilheiro, com três tentos. Os outros dois foram marcados na vitória por 4 a 0 sobre a Bolívia, na segunda rodada. Mesmo assim, o time acabou atrás da Iugoslávia e, como no regulamento da época apenas uma equipe avançava de fase, acabou eliminado. O ponta esquerda nunca mais disputaria uma Copa do Mundo pela Seleção, mas seus feitos jamais serão esquecidos.  

Lembrança da Copa do Mundo de 1930 no Museu Seleção Brasileira Objeto que foi dado pela Federação da Iugoslávia como lembrança do confronto pela Copa do Mundo é exibido no Museu Seleção Brasileira
Créditos: Lucas Figueiredo / CBF

Para homenagear a memória dos grandes atletas que defenderam a Seleção Brasileira na primeira Copa do Mundo há 90 anos, o site da CBF publica uma série de matérias especiais. Os conteúdos vão de histórias dos jogadores que representaram o Brasil no Uruguai, relatos da época, fotos e muito mais. Acesse www.cbf.com.br e confira as publicações diárias!

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports