De volta a Quito, Gabriel Jesus relembra gol na estreia pela Seleção

De volta a Quito, Gabriel Jesus relembra gol na estreia pela Seleção

Em retorno à cidade em que fez sua estreia, atacante da Seleção Brasileira relembra dois gols diante do Equador em 2016

A cidade de Quito traz boas recordações para Gabriel Jesus. Durante o treino no Estádio Olímpico Atahualpa, o atacante se encheu de saudade. Foi lá que ele viveu um dos dias mais especiais de sua carreira: a estreia pela Seleção Brasileira.

O ano era 2016. Após a conquista do ouro olímpico no Rio, Gabriel Jesus recebia sua primeira oportunidade na equipe principal da Seleção. O Brasil enfrentaria o Equador, pelas Eliminatórias, e o técnico Tite o convocou. Honrado pela convocação, Gabriel só não imaginava que seria titular, logo de cara.

"Eu fiquei surpreso, porque era novato, na primeira convocação. Fiquei muito surpreso. Mas quando soube continuei dando meu máximo e aproveitei minhas chances", contou o atacante, que relembrou o momento em que descobriu sua titularidade: 

"Eu não acreditei muito que ia começar jogando, mas no treino já vi, pelo time que ele (Tite) falou. Ele me disse para jogar futebol, que é o que a gente mais gosta de fazer".

Um reajuste de rota para a Rússia


Estreia do atacante, a partida também era a primeira do técnico Tite no comando da Seleção. Na época, o Brasil estava passando por maus bocados nas Eliminatórias, e figurava fora da zona de classificação para a Copa do Mundo. Tite chegava justamente para corrigir a rota da equipe rumo à Copa do Mundo da Rússia.

 

"Foi uma grande honra, e está sendo uma grande honra até agora"

 

E a trajetória começou com uma importante vitória em Quito, que contou com grande participação de Gabriel Jesus. Primeiro, o atacante acreditou, ganhou na corrida e sofreu pênalti. Neymar bateu e fez: 1 a 0. Depois, foi a vez do atacante ir às redes. Um toque de classe para completar o cruzamento de Marcelo e ampliar.

"Fui muito feliz de poder fazer um bom jogo, e ganhar um jogo muito importante, porque a gente estava vivendo um momento difícil", afirmou Gabriel Jesus.

Um golaço para fechar a conta


Mas a cereja do bolo veio no último lance do jogo. Gabriel Jesus recebeu um bom passe de Neymar na entrada da área. Com instinto de artilheiro, o atacante dominou, girou o corpo e botou no ângulo, sem chances para o goleiro. O segundo dele na partida, o segundo dele nos primeiros 90 minutos com a camisa da Seleção Brasileira.

Em gravação para a CBF TV, Gabriel Jesus relembrou o golaço marcado no Olímpico Atahualpa


O início de tudo


De lá para cá, a história de Gabriel Jesus com a Amarelinha só cresceu. O atacante foi convocado para a Copa do Mundo da FIFA de 2018, em que foi titular em todos os jogos. Um ano depois, foi campeão da Copa América de 2019, no Brasil, e vice-campeão em 2021. Jesus soma 58 convocações para a Seleção, com 52 jogos e 18 gols marcados. No atual grupo, ele é o artilheiro ao lado de Philippe Coutinho, que também marcou 18 vezes.

Aquele 3 a 0 no Equador, com dois gols dele, foi definitivamente o início de um sonho para Gabriel Jesus:

"Foi um momento muito bom. Estar naquele ambiente, vivendo meu sonho, foi uma grande honra. E está sendo uma grande honra até agora", finalizou.

O atacante espera aumentar essa conta na partida desta quinta-feira (27). Mais uma vez em Quito, mais uma vez contra o Equador. A Seleção Brasileira entra em campo às 18h (horário de Brasília) no Estádio Rodrigo Paz Delgado, diante dos equatorianos. A partida terá transmissão ao vivo da Rede Globo e do Sportv.

Treino da Seleção Brasileira no Estádio Atahualpa em Quito. Gabriel Jesus De volta a Quito, Gabriel Jesus quer construir novas memórias com a Seleção Brasileira
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira