De olho no Catar, Tite projeta ‘jogo de Copa’ contra a Colômbia

De olho no Catar, Tite projeta ‘jogo de Copa’ contra a Colômbia

Antes de duelo com colombianos, técnico da Seleção Brasileira destaca alto nível dos adversários em novo estágio do ciclo para a Copa do Mundo

09/11 - Treino da Seleção Brasileira no CT do Corinthians 09/11 - Treino da Seleção Brasileira no CT do Corinthians
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A pouco mais de um ano para o início da Copa do Mundo FIFA, os olhos do técnico Tite já começam a mirar o Catar. Praticamente classificada para o Mundial, a Seleção Brasileira enfrenta a Colômbia nesta quinta-feira (11), pelas Eliminatórias, em um teste do nível que a Copa do Mundo exige.

Em entrevista coletiva na véspera da partida, Tite revelou que, apesar de não ser matemática, considera como certa a classificação do Brasil para a Copa. E que, por isso, avançou para um novo estágio no ciclo da Seleção. Depois de garantir a vaga, é hora de se preparar especificamente para o tipo de confronto que o Brasil pode ter no Mundial. Nesse contexto, enfrentar a Colômbia é um grande teste.

"Para mim, estamos classificados, com a pontuação que temos, para a Copa do Mundo. E diferentemente do outro estágio, agora parte para o estágio de preparação específica para jogos de Copa do Mundo, onde vamos enfrentar, por exemplo, uma Colômbia, numas quartas, numas oitavas de final. É fato, como aconteceu em 2014. Trabalharmos nesse objetivo real, a grandeza do jogo. E, para mim, vai estar na Copa, e nós estarmos e trabalharmos em cima dessa evolução e dessa pressão que estou colocando agora", disse Tite.

09/11 - Treino da Seleção Brasileira no CT do Corinthians Seleção se prepara em São Paulo para o jogo desta quinta-feira
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira é líder isolada nas Eliminatórias da Copa do Mundo, com 31 pontos (dez vitórias e um empate). Na última Data FIFA, em outubro, o Brasil empatou com a Colômbia e goleou o Uruguai, em Manaus, por 4 a 1. A vitória sobre a Celeste Olímpica deixou uma belíssima impressão para a torcida e para o próprio Tite. Na visão do treinador, a Seleção conseguiu ser mais vertical, uma característica que tem sido trabalhada na equipe.

"Fez uma grande atuação, sim. Teve média de posse de bola inferior à que a gente tem. Mas ela criou inúmeras possibilidades de gol. E a gente pega dados para refletir sobre uma análise qualitativa. Ela teve o número maior de passes. E o que o número de passes está ligado às oportunidades, e número de gols feitos, e uma atuação que das 11 para mim está no Top 2. Sim, porque ela teve a qualidade do passe muito boa e verticalizou bastante. A característica dessa equipe era jogar menos para o lado e mais para frente. Essa é a característica que está se moldando a equipe", afirmou.

 

"Agora, (a Seleção) parte para o estágio de preparação específica para jogos de Copa do Mundo"

 

Para manter o nível de atuação, o Brasil precisará mais uma vez entrar muito bem no jogo. Assim como o Uruguai, a Colômbia tem uma das melhores equipes do continente, de nível de Copa do Mundo, e deve fazer um grande enfrentamento à Seleção. Quem fez esta análise foi justamente o auxiliar técnico da Seleção Brasileira, César Sampaio, que falou na coletiva desta quarta-feira.

"Foram terceiros colocados na Copa América. É uma equipe que, na Copa América mudaram um pouco o comportamento, sempre teve rivalidade grande, mas a qualidade técnica era prioridade. A Colômbia na década de 90, 2000, o talento era o diferencial", comentou, antes de elogiar o adversário, responsável pelo único empate da Seleção nas Eliminatórias:

"É um adversário que os números mesmo mostram, e estamos bem preparados. Conhecemos o adversário como eles nos conhecem, uma equipe que ainda não vencemos. O jogo tem todo esse cenário e a gente espera estar preparado para merecer essa vitória".

Brasil e Colômbia se enfrentam nesta quinta-feira (11) na Neo Química Arena, em São Paulo, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022. A bola rola às 21h30 (horário de Brasília), com transmissão da Rede Globo e do Sportv.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira