Dani Alves se iguala a Pelé e Djalma Santos em jogos pela Seleção Brasileira

Dani Alves se iguala a Pelé e Djalma Santos em jogos pela Seleção Brasileira

Daniel Alves completou 113 jogos com a camisa da Seleção Brasileira. Ao final da Copa América, o lateral só ficará atrás de Cafu, Roberto Carlos e Rivellino

Brasil x Venezuela pela segunda rodada da fase de grupos da Copa América. Daniel Alves

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Daniel Alves é o jogador mais experiente do grupo atual da Seleção Brasileira. É o único entre os 23 que disputam a Copa América  2019 que já venceu a competição, em 2007. Multicampeão pelos clubes por onde passou - somando mais de 35 conquistas - o lateral bateu mais uma marca com a Seleção Brasileira após a goleada sobre o Peru por 5 a 0, no último sábado. Dani se igualou a Pelé e Djalma Santos em número de jogos com a Amarelinha: 113 partidas. 

– É um honra saber que estou batendo marcas, me igualando a grandes nome da história do futebol brasileiro. É uma grande satisfação, pois fortalece meus conceitos como profissional de futebol. Bater marcas não é algo que me preocupa. Simplesmente eu gosto de escrever história por onde eu passo, e na Seleção não é diferente, sempre escrevendo minhas páginas, humildes, mas verdadeiras – comentou Daniel sobre mais essa conquista.  

Ao final da Copa América, caso o Brasil chegue até a decisão, Daniel poderá somar 116 jogos. Com esse número, ele termina a competição à frente de Pelé e Djalma Santos e fica a quatro partidas de alcançar Rivellino, o terceiro da lista geral. Quem lidera o ranking é Cafu, com 150 jogos, seguido por Roberto Carlos, com 132. 

Os seis jogadores com mais jogos pela Seleção Brasileira:

Cafu - 150 jogos

Roberto Carlos - 132 jogos

Rivellino - 120 jogos

DANIEL ALVES*,  Djalma Santos e Pelé - 113 jogos

* Pode ultrapassar esse número no confronto contra o Paraguai na próxima quinta-feira (27).

Antes de começar a Copa América, Daniel Alves somava os números abaixo. Após três jogos, o capitão da Seleção aumentou sua minutagem e mais um gol nas suas estatísticas:

Fonte: Memória e Acervo da CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira