Conheça Wesley Moraes, o novo atacante da Seleção Brasileira

Conheça Wesley Moraes, o novo atacante da Seleção Brasileira

Jogador de 1,92m participa de sua primeira entrevista coletiva com a camisa da Seleção Brasileira

Treino da Seleção Principal Masculina em Abu Dhabi Treino da Seleção Principal Masculina em Abu Dhabi
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Grande, forte, mas muito rápido, como ele gosta de frisar. Nesta terça-feira (12), o atacante Wesley Moraes, chamado para o lugar de David Neres na Seleção Brasileira, se apresentou para a torcida como jogador do time de Tite.

Logo no seu segundo dia como jogador de Seleção Brasileira, o atacante de Juiz de Fora-MG já foi escalado para conversar com a imprensa. Na bancada, ele mostrou desenvoltura e foi se soltando ao longo da entrevista. Um dos primeiros assuntos, como não poderia ser diferente, foi como ele recebeu a notícia da sua primeira convocação.

- Quando recebi a notícia da convocação, a primeira pessoa que liguei foi para minha mãe. Depois que meu pai morreu, ela que me levava para jogar futebol, para a quadra, para o campo - contou.

Wesley deixou o Brasil ainda adolescente e sem atuar por equipes grandes no cenário nacional. Na Europa desde os 15 anos, disputou algumas competições com o Atlético de Madrid, passou pela Eslováquia, mas se destacou mesmo foi no Club Brugge, da Bélgica. Com orgulho, ele apresentou suas estatísticas no clube.

- Foram mais de três anos por lá, com direito a 130 jogos disputados, 38 gols marcados e assistências. Até aqui foi o grande clube da minha vida - definiu.

Aos 22 anos, Wesley foi a contratação mais cara da história do Aston Villa, clube que disputa a Premier League, a primeira divisão inglesa. Por lá, ele chegou para ser companheiro do meia Douglas Luiz, que também vive sua primeira experiência na Seleção Principal nesta Data FIFA de novembro. 

Fã de Ronaldo Fenômeno, o atacante impressiona a todos com seus 1,92m de altura e um porte físico de respeito. Outra característica que chama atenção é o seu caminhar, isso por conta de uma diferença considerável de tamanho entre as pernas. No entanto, não é nada que tire seu sono.

- Minha perna esquerda é maior que a direita três centímetros. Já tentei botar palmilha, mas meu corpo não se adaptou. Mas creio que isso não muda em nada, se mudasse eu não estava aqui. É como o Garrincha. Garrincha deu certo, né? - brincou Wesley.

Junto com o restante da Seleção Brasileira, ele se prepara para enfrentar a Argentina na próxima sexta-feira (12). A partida será realizada em Riade, na Arábia Saudita.

- É o maior clássico do mundo. Espero que a gente faça uma boa preparação e saia de lá com a vitória. Tive a chance de ser convocado, espero mostrar o meu trabalho para poder ter mais oportunidades - finalizou.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports