50 anos do Tri: Roberto Miranda, atacante da Seleção Brasileira 1970

50 anos do Tri: Roberto Miranda, atacante da Seleção Brasileira 1970

Ídolo do Botafogo na década de 60, atacante entrou nos jogos contra Inglaterra e Peru

Rogerio, Gerson, Roberto Miranda, Jairzinho e Paulo Cesar Rogerio, Gerson, Roberto Miranda, Jairzinho e Paulo Cesar
Créditos: Divulgação

A série "50 anos do Tri" relembra, em crônicas e reportagens, a conquista da Copa do Mundo de 1970 pela Seleção Brasileira. Serão várias publicações ao longo do mês de junho, que marca o aniversário do terceiro título mundial do Brasil. Conheça agora o atacante Roberto Miranda, um dos campeões. Até o aniversário da final da Copa, serão apresentados todos os atletas e o técnico Zagallo, por ordem alfabética.

13. Roberto Miranda

Nome: Roberto Lopes de Miranda
Posição: Atacante
Nascimento: 31/07/1944
Cidade natal: São Gonçalo (RJ)
Clube: Botafogo

O atacante Roberto Miranda foi mais um representante do Botafogo na história da Seleção Brasileira. Em 1970, ele se somava a Jairzinho e Paulo Cézar Caju, outros dois representantes do Glorioso no escrete comandado por Mario Zagallo.

LEIA MAIS
50 anos do Tri: Jairzinho, atacante da Seleção Brasileira de 1970

Conhecido como Vendaval, por seu estilo de jogo impetuoso e decisivo, Roberto Miranda fez parte de grandes equipes do Alvinegro ao longo da década de 60. Sua estreia com a Seleção Brasileira foi em setembro de 1967, três anos antes de figurar na lista da Copa do Mundo de 70.

No Mundial, Roberto Miranda foi um dos jogadores mais acionados por Zagallo durante os jogos. Apesar de não ser titular em nenhuma partida, o atacante entrou nos duelos contra Inglaterra e Peru.

Ao todo, Roberto Miranda disputou 15 jogos com a Seleção. Foram 13 vitórias, um empate e apenas uma derrota nessa trajetória.

VEJA TAMBÉM
50 anos do Tri: Edu, atacante da Seleção Brasileira de 1970

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports