Seleção Feminina realiza exames médicos e testes físicos no Centro de Excelência da CBF

Seleção Feminina realiza exames médicos e testes físicos no Centro de Excelência da CBF

No segundo dia de concentração, o grupo realizou mais uma bateria de exames sob a supervisão de médicos, fisiologistas e preparadores físicos

Testes físicos da Seleção Feminina no Centro de Excelência da Granja Comary Incansável, Formiga inicia preparação para mais uma Copa do Mundo
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira Feminina convocada para a primeira fase da preparação para a Copa do Mundo de 2019 começou os trabalhos na Granja Comary realizando um check-up completo. Os três primeiros dias estão reservados para avaliar a condição física e médica das atleta. O grupo realiza análises clínicas, ortopédicas, cardiológicas e físicas seguindo o protocolo adotado pela FIFA, que envolve exames obrigatórios para todas as seleções que irão participar do Mundial, em junho deste ano.

– A gente está traçando um perfil individual delas. A gente aproveita o Centro de Excelência que tem equipamentos de ponta. O que tem de melhor no mercado está aqui. Com isso, nós conseguimos controlar melhor os treinamentos, individualizar para que a gente diminua a incidência de lesões em treinamentos e, consequentemente, em jogos também – revela Luciano Capelli, fisiologista da Seleção Feminina. 

Testes físicos da Seleção Feminina no Centro de Excelência da Granja Comary Testes físicos da Seleção Feminina no Centro de Excelência
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

As avaliações servem também para dosar a carga de exercícios para cada jogadora. Há um cuidado maior com as que estão voltando de lesão. A atacante Bia Zaneratto, que fraturou a clavícula em setembro do ano passado, é uma delas. A jogadora comentou o suporte que está recebendo neste retorno à Seleção. 

– Estou muito feliz por voltar à Seleção Brasileira, por voltar a fazer o que eu mais gosto. Eu estou muito motivada. Já passamos por diversos exames e testes. Amanhã tem mais um pouquinho. A gente espera fazer um belo início de preparação em busca do nosso objetivo principal que é a Copa do Mundo. É sempre muito satisfatório e feliz representar a Seleção Brasileira. A gente tenta dar o nosso máximo nesses treinamentos, porque sabemos a importância de mostrar o nosso trabalho por aqui, para que na hora principal a gente esteja na lista final, que é o momento mais esperado – revela a atacante. 

 

O intuito da comissão técnica com as análises é também fazer com que as atletas tenham a melhor performance na Copa do Mundo da França. Outro objetivo do trabalho é uniformizar o condicionamento físico do grupo, formado por jogadoras que atuam em diversas partes do mundo, com calendários completamente diferentes. 

– Nós iniciamos a nossa avaliação de prevenção de lesões. Ela consiste em alguns testes de movimento, força e desempenho de mobilidade e funcional. Os testes que a gente fez são de força muscular, onde avaliamos a força do quadril e do joelho. Observamos se há algum desequilíbrio muscular, algum predomínio de um lado em relação ao outro, ou até mesmo desequilíbrio de músculos que fazem o movimento para um lado e para o outro. Hoje, nós estamos fazendo uma avaliação de qualidade de movimento. Nós temos esse sistema de análise de movimento em duas dimensões. São testes que ajudam verificar se esse movimento está alterado e que podem predispor a lesão. A gente tem a possibilidade de usar o que temos de melhor no mundo para avaliar e evitar qualquer possível problema no futuro – explica o fisioterapeuta da Seleção, Flávio Bryk.

Testes físicos da Seleção Feminina no Centro de Excelência da Granja Comary Capelli observa movimentação de Camila em teste
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Nesta quarta-feira (16), as atletas passarão pela última bateria de exames antes de realizarem a primeira atividade em campo. Pela manhã, farão teste de velocidade e resistência. Já pela tarde, irão a campo.

O período de treinamentos será dividido em duas etapas. Atletas que atuam no exterior e estão disputando competições em seus clubes ficarão na serra fluminense durante a data FIFA, entre 14 e 22 de janeiro. Quem joga no Brasil ou está em período de férias estenderá a permanência em Teresópolis (RJ) até o dia 22 de fevereiro.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira