Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Marta, Bruna e Bia marcaram os gols da vitória brasileira em Chongqing

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Seleção Feminina derrota México por 3 a 0 na China

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

Thaisa aperta a marcação no meio campo

Thaisa aperta a marcação no meio campo

Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

A Copa CFA da China começou com vitória da Seleção Brasileira Feminina por 3 a 0 sobre o México no Yongchuan Sports Center Stadium, em Chongqing. Marta, Bruna e Bia fizeram os gols da reestreia do técnico Vadão no comando da equipe.

Pela primeira rodada, China e Coreia do Norte se enfrentam nesta quinta-feira (19) às 19h local. As coreanas são as próximas adversárias do Brasil, no sábado (21).

O jogo

O Brasil começou bem o primeiro tempo, com uma arrancada de Bia pelo lado direito. Houve boas chances também pela esquerda com Tamires, Marta e Gabi Zanotti.

O México esboçou uma pressão com Charlyn e Stephany, mas a goleira Bárbara estava atenta e fez boas defesas ou as bolas eram afastadas pela dupla de zaga Bruna e Rafaelle. Gabi Zanotti e Thaisinha tiveram oportunidades antes de o primeiro tempo terminar, entretanto o placar não mudou. 0 a 0 na etapa inicial.

A Seleção Brasileira voltou melhor. E logo no início abriu o placar. Marta recebeu o passe de Thaisinha, tentou chutar uma vez, mas a zaga adversária protegeu. Na segunda, tirou da goleira e fez Brasil 1 a 0 México.

Depois do gol, a goleira mexicana Bianca sentiu e foi substituída por Cecilia. Na sequência, Marta cobrou a falta, e Bruna cabeceou encobrindo a camisa 12.

Bia marcou o terceiro. Rafaelle lançou a bola ao ataque, e a defesa mexicana afastou. Mas a atacante brasileira não desistiu: pressionou, dominou e chutou forte para balançar as redes.

A seleção mexicana tentou diminuir a diferença no placar, apertou a marcação, teve chances de bola parada e de contra-ataque. Teve pênalti a favor e cobrado para fora pela camisa 10.

O técnico Vadão fez três substituições Adriana, Milene e Rilany nos lugares de Gabi Zanotti, Thaisinha e Tamires, respectivamente. O placar se manteve: Brasil 3 a 0 México.

Escalação: Bárbara, Poliana, Bruna Benites, Rafaelle e Tamires (Rilany); Thaisa e Andressinha; Thaisinha (Milene), Bia, Marta e Gabi Zanotti (Adriana).

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports