Com foco na recomposição defensiva, Pia comanda trabalho na Granja Comary

Com foco na recomposição defensiva, Pia comanda trabalho na Granja Comary

Atacante Bia Zaneratto avaliou o período de preparação e destacou que cada oportunidade é importante na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Com foco na recomposição defensiva, Pia comanda trabalho na Granja Comary Com foco na recomposição defensiva, Pia comanda trabalho na Granja Comary
Créditos: Laura Zago/CBF

A preparação da Seleção Brasileira Feminina segue a todo vapor! Nesta sexta-feira (09), a técnica Pia Sundhage liderou um trabalho com foco nas ações de 1 contra 1, o objetivo é o aperfeiçoar o drible e a recomposição defensiva da equipe. Esta foi a quinta sessão de treinos em campo desde o início do período de preparação na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). A concentração, que acontece no período de Data FIFA, vai até o dia 13 de abril.

Na programação, além dos treinos táticos e físicos, a comissão técnica planeja um jogo-treino entre as atletas no domingo (11). Figurinha recorrendo nas convocações de Pia Sundhage, a atacante Bia Zaneratto participou da coletiva de imprensa desta sexta-feira (09), e avaliou o período de preparação com a Canarinho. A centroavante ressaltou que todas as oportunidades são importantes para a sueca conhecer novas atletas e, também, determinar as 18 jogadoras que defenderão o Brasil no Jogos Olímpicos de Tóquio.

"É muito importante esse momento que estou no Brasil e posso estar próxima da Seleção. Essa convocação não pudemos disputar amistosos, então estar no país me facilitou poder ser convocada. Sabemos da situação do Brasil nesse momento, mas dar continuidade no trabalho que a gente vem fazendo é muito importante", destaca.

Bia Zaneratto durante treino da Seleção Feminina na Granja Comary Bia Zaneratto durante treino da Seleção Feminina na Granja Comary
Créditos: Laura Zago/CBF

A temporada de 2021 começa com novidades para Bia Zaneratto. Devido às restrições internacionais de viagem por conta da pandemia de Covid-19, a atleta foi emprestada pelo clube chinês, o Wuhan Xiniyjuan (China), para o Palmeiras de olho na disputa do Brasileirão Feminino. Com o início previsto para 17 de abril, a centroavante apontou às expectativas para essa temporada na segunda passagem pelo Alviverde.

"Eu teria que retornar para a China, tenho meu contrato pra cumprir, mas nesse momento não teria como entrar no país. Então, em comum acordo entre o Palmeiras e o Wuhan, e também pra mim obviamente, o momento era propício para que eu ficasse no Brasil para dar sequência e continuar treinando. Espero que muito em breve jogar também para dar continuidade no ritmo de jogo", avalia.

Bia Zaneratto atuando pelo Palmeiras na temporada de 2020 Bia Zaneratto atuando pelo Palmeiras na temporada de 2020
Créditos: Divulgação Palmeiras

Vice-artilheira da Era Pia com 5 gols, Bia também foi questionada sobre as funções que desempenha dentro de campo com a Seleção. A atacante destacou que o objetivo não é apenas balançar as redes, mas também ser uma atleta versátil, que tenha capacidade de atuar em mais de uma posição. 

"A Pia vem buscando que uma jogadora faça mais de uma função, e eu venho às vezes atuando pelo ataque e, às vezes, pela ponta. Então, pra mim é algo diferente, tenho tentando me adaptar o máximo possível. Acredito que ter essa opção de uma segunda função em campo, o espaço na equipe que irá para a Olimpíada aumenta e, consequentemente, me dá mais oportunidades no clube", ressalta. 

Bia Zaneratto durante treino da Seleção Feminina Bia Zaneratto durante treino da Seleção Feminina
Créditos: Laura Zago/CBF

O período de preparação da Seleção Brasileira na Granja Comary se estende do dia 5 ao dia 13 de abril. Por conta de restrições de viagem devido à pandemia de covid-19, o grupo da Canarinho concentrado em Teresópolis conta com, primordialmente, atletas que atuam no cenário nacional.

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NIKE GUARANÁ ANTÁRTICA VIVO ITAÚ MASTERCARD GOL CIMED SEMP TCL FIAT PAGUE MENOS 3 CORAÇÕES TECHNOGYM STAT SPORTS