Pia projeta duelo diante da Hungria e promete novidades na Seleção Feminina

Pia projeta duelo diante da Hungria e promete novidades na Seleção Feminina

Brasil e Hungria se enfrentam nesta segunda-feira (11), às 15h30 (Horário de Brasília), na Pinatar Arena, em San Pedro de Pinatar.

Treino da Seleção Brasileira feminina em Pinatar Treino da Seleção Brasileira feminina em Pinatar
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil está a dois meses de finalizar a preparação para a Copa América Feminina 2022. A cada duelo é uma nova oportunidade para Pia Sundhage eleger sua equipe ideal para a disputa da competição. Diante da Hungria, nesta segunda-feira (11), não será diferente. É projetando novos testes no time que a sueca encara as europeias.

"Em relação as novas jogadoras, vamos testar novas formações. Ao final, o que precisamos são de algumas respostas e uma boa resposta é atuar em partidas de nível internacional. Vamos ver como será o jogo, mas sim, teremos novas caras no time", confessa Pia Sundhage. 

No primeiro compromisso da janela FIFA, que foi diante da Espanha, a Seleção Brasileira acabou ficando no empate em 1 a 1. Pia destaca o desempenho de suas comandadas e algumas lições que podem ser tiradas do duelo.

"A resposta que tivemos do último jogo foi que a nossa defesa pode jogar por 90 minutos. A outra resposta que tivemos é que não podemos perder tanto a posse de bola quanto perdemos diante da Espanha, é um pouco sobre ter opções no ataque. Se você desafia a linha defensiva e ameaça o lado esquerdo, por exemplo, é importante que as coisas aconteçam pelo lado direito porque precisamos mover o adversário. Caso contrário, elas não criarão espaços e não teremos jogadas na área. Diante da Espanha tivemos algumas oportunidades de contra-ataque, acredito que isso será diferente amanhã, teremos um estilo diferente de atacar, não apenas uma ou duas jogadoras, mas mais jogadoras com coragem criarão mais chances", enfatiza. 

09/04 - Treino da Seleção Brasileira feminina em Pinatar 09/04 - Treino da Seleção Brasileira feminina em Pinatar
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Em relação ao estilo de jogo húngaro, Pia alerta que as adversárias são conhecidas pela forte linha defensiva. O trabalho brasileiro será encontrar espaços na defesa e criar diferentes alternativas de ataque. 

"Vamos enfrentar uma equipe que é muito organizada na linha defensiva, as vezes com 3 ou 5 jogadoras na defesa, dependendo do jogo. Elas também tem boas jogadoras no ataque e são muito duras. Nós nos preparamos para ter mais opções ao atacar, vamos ter que movimentar mais a bola. O que será importante nessa partida é o movimento sem a bola, essa é uma das principais alternativas para elevar a velocidade do jogo e completar os passes. Amanhã será muito importante as opções no ataque e que a gente desafie a linha delas e, assim, tentar criar chances diante um time difícil", finaliza. 

Brasil e Hungria se enfrentam nesta segunda-feira (11), às 15h30 (Horário de Brasília), na Pinatar Arena, em San Pedro de Pinatar. A partida conta com transmissão ao vivo da Globo e do Sportv.

 

PATROCINADORES

Sel Feminina Patrocinador - Notícias