Ingryd relembra primeiros passos da carreira até chegar à Seleção Principal

Ingryd relembra primeiros passos da carreira até chegar à Seleção Principal

Com apenas 23 anos, a meio-campista narrou sua trajetória profissional até obter o destaque atual no Corinthians. Com a Canarinho, participa de sua segunda convocação com Pia.

Segundo treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary - 07/04/2021 Segundo treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary - 07/04/2021
Créditos: Laura Zago/CBF

Ter a oportunidade de integrar a Seleção Principal de seu país com apenas 23 anos é uma realidade para poucos atletas profissionais. Ingryd, do Corinthians, faz parte deste seleto grupo. Mas engana-se quem pensa que a jovem teve uma trajetória tranquila até vestir a Amarelinha. Nascida em Maceió, Alagoas, a meio-campista teve que sair de sua terra natal em busca de maiores chances de ‘vingar’ com a bola nos pés. Em sua segunda oportunidade com a Canarinho, a atleta do Timão relembrou os primeiros passos de sua carreira.

Durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (9), direto da Granja Comary, em Teresópolis (RJ), Ingryd narrou como foi o processo de migração inter-regional em direção ao Sudeste na busca por maior visibilidade. Durante esse processo em sua carreira, a volante exaltou a oportunidade de trabalhar com dois técnicos em especial: Jonas Urias, atual treinador da Seleção Feminina Sub-20, e Arthur Elias, seu atual comandante no Timão.

“Realmente, eu demorei muito para sair da minha cidade, tive poucas oportunidades. Não conseguia ser tão vista. Mas logo em seguida veio a maior oportunidade que tive, foi no Sport com o Jonas Urias. Pude trabalhar com ele por dois anos e aprender muita coisa. Nesses dois anos, consegui fazer jogos contra o Corinthians, onde me destaquei. Foi então que tive a oportunidade de trabalhar com o Arthur Elias. Não foi fácil. Essa mudança do Nordeste para o Sudeste foi uma das coisas mais difíceis que tive que passar na vida. Principalmente pelo fato de estar indo para um clube como o Corinthians, que é considerado como um dos melhores”, relembrou a jovem meio-campista.

Terceiro treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary - 08/04/2021 Terceiro treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary - 08/04/2021
Créditos: Laura Zago/CBF

É no Timão que Ingryd vive seu auge profissional na ainda curta carreira como jogadora. Defendendo as cores do Alvinegro, a jovem se sagrou campeã da Copa Libertadores 2019 e do Brasileiro Feminino A-1 2020. O momento iluminado, somado às temporadas recentes desempenhadas em alto nível, de acordo com a meia, foram cruciais para que ela chegasse até à Seleção Feminina Principal.

“Acho que o ano de 2020 foi fundamental para mim, eu tive uma temporada muito boa. Em 2019 também consegui fazer bons jogos, tendo oportunidades com o Arthur Elias. Isso foi fundamental para eu ser vista, para estar tendo essas duas oportunidades (na Seleção). Acredito que 2021 vai ser ainda melhor, porque eu aprendi muito. A forma que eu venho jogando condiz com isso tudo, tenho só a evoluir. Quero ter ainda mais oportunidades para estar aqui novamente”, explicou Ingryd.

O período de preparação da Seleção Brasileira na Granja se estende do dia 5 ao dia 13 de abril. Por conta de restrições de viagem devido à pandemia de covid-19, o grupo da Canarinho concentrado em Teresópolis conta com, primordialmente, atletas que atuam no cenário nacional.

PATROCINADORES

Sel Feminina Patrocinador - Notícias nike guarana antarctica vivo itau neo energia mastercard voe gol bitci free fire kwai grupo cimed fiat pague menos semp tcl cafe 3 corações techno gym stat sports kin analytics globus brasil