Na Fifa, Brasil oficializa candidatura à sede da Copa do Mundo Feminina

Na Fifa, Brasil oficializa candidatura à sede da Copa do Mundo Feminina

Formada por três mulheres, Comitiva brasileira entregou nesta quinta (7) na Suíça para a entrega oficial do livro da candidatura. Com Marta como anfitriã, vídeo oficial é lançado

"Natural como futebol" é o slogan da candidatura "Natural como futebol" é o slogan da candidatura
Créditos: Ayana Simões

O Brasil formalizou nesta quinta-feira (7) a proposta para sediar a Copa do Mundo da FIFA 2027. Em uma reunião na sede da FIFA, em Zurique, representantes da candidatura do Brasil entregaram em mãos o Bid Book, brochura que apresenta as propostas do candidato a país-anfitrião. Além disso, o Brasil confirmou a obtenção de todas as garantias governamentais requeridas e aproveitou a ocasião para lançar o vídeo oficial da campanha, com participação especial da Rainha Marta.

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ednaldo Rodrigues, está confiante na candidatura brasileira ao Mundial de 2027.

"O Brasil é o franco favorito para sediar a próxima Copa do Mundo Feminina e estamos bastante confiantes. E essa confiança vem de todo um trabalho que, nesta gestão, estamos desenvolvendo, sempre respeitando valores que, para a CBF de hoje, são fundamentais, que são o respeito, lisura, transparência e investimentos. O desenvolvimento do futebol feminino é uma das nossas grandes metas e não me furto dizer que o despertar do futebol feminino para a CBF  aconteceu nesta gestão. Estamos ampliando os investimentos no futebol feminino e continuaremos a investir em todas as frentes necessárias que visam não apenas fazer o Brasil sede da próxima Copa do Mundo. Mas para que o desenvolvimento do futebol feminino seja sustentável e sólido. Isso tem a ver com iniciativas que a CBF vem tomando, entre elas o advento do futebol misto, que permite que novos talentos sejam descobertos em competições amadoras que tenham times formados por meninas e meninos. Em julho, celebramos o  Contrato de Objetivos Acordados do Programa FIFA Forward 3.0, que tem como meta novos torneios de base nos Estados ao longo de três temporadas, com ênfase nas categorias Sub-15 e Sub17", destacou ele.

Rodrigues reforçou, ainda, que o investimento da entidade no futebol feminino será ainda maior e faz parte de um projeto que vem sendo desenvolvido desde 2022, quando assumiu a CBF.

"Também vamos investir, nas próximas três temporadas, mais de R$ 5,5 milhões na criação de 54 novos Torneios Femininos de Base e o objetivo é inicialmente financiar pelo menos duas competições por Estado. Todo esse trabalho e tudo mais que ainda vamos realizar pelo futebol feminino faz parte de um levantamento que estamos fazendo desde 2022, denominado Estratégia para o Desenvolvimento do Futebol Feminino. Isso nos ajudou a identificar as lacunas existentes e implementar mudanças, muitas já em execução. E assim seguiremos no caminho da excelência para o futebol feminino, como nunca se viu antes", afirmou o presidente da CBF,  que destacou, ainda, que várias destas iniciativas estão sob o chapéu do Programa de Desenvolvimento CBF Transforma, lançado recentemente pela entidade.

 

Valesca Araújo, responsável pelo planejamento de infraestrutura e operações do evento, Manuela Biz, consultora de Comunicação, e Luiza Iglesias, diretora de arte e criadora da marca e identidade visual da campanha, foram recebidas na sede da entidade máxima do futebol por profissionais do departamento responsável pelos processos de candidatura dos torneios da FIFA. “Estamos confiantes de que o Brasil entregou à FIFA uma proposta com bases sólidas, apoiada na infraestrutura já existente e no potencial de impacto no desenvolvimento de todo o ecossistema ligado ao futebol feminino na região”, comentou Valesca.

A decisão que poderá garantir a realização da Copa do Mundo Feminina pela primeira vez na América do Sul acontece no dia 8 de maio de 2024, no Congresso da FIFA na Tailândia.

“Uma escolha natural”, o filme oficial de candidatura

O slogan da candidatura “Natural como o Futebol” (“As Natural as Football”) permeia o roteiro do filme oficial da candidatura, que tem como foco a sustentabilidade ambiental, financeira e social. A Rainha Marta é a anfitriã que revela o que o mundo pode esperar do País do Futebol em 2027. Ela guia os espectadores em uma viagem pelas riquezas naturais do país, apresenta a infraestrutura já pronta para sediar os jogos, destaca  o crescimento do futebol feminino, mostra o engajamento nas redes sociais de torcedores brasileiros e sul-americanos, e lembra da vocação do Brasil como anfitrião de sucesso. Nesse contexto, o Brasil afirma ser uma “Uma Escolha Natural” (“A Natural Choice”) para receber a principal competição de mulheres do mundo, daqui a três anos.

Para saber mais sobre o processo de candidatura, acesse o site da FIFA: https://www.fifa.com/about-fifa/bidding-processes/bidding-process-wwc-2027

 

 

PATROCINADORES

Sel Feminina Patrocinador - Notícias Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence