Na Seleção Feminina, Pardal elogia Pia e destaca alegria ao ser convocada

Na Seleção Feminina, Pardal elogia Pia e destaca alegria ao ser convocada

Para o período de treinos na Granja Comary, Pardal recebeu a primeira chance com a técnica Pia Sundhage. Em entrevista para a CBF, a zagueira resumiu sua experiência com a Amarelinha

Seleção Feminina Principal treina na Granja Comary - 16/09/2020. Pardal Seleção Feminina Principal treina na Granja Comary - 16/09/2020. Pardal
Créditos: Thais Magalhães/CBF

É sempre um momento especial ser convocada para a Seleção Brasileira, Ingrid Frisanco, mais conhecida como Pardal, já pode dizer que viveu essa sensação por duas vezes na carreira. Para o período de treinos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), recebeu a primeira chance com a técnica Pia Sundhage. Neste sábado (19), a zagueira resumiu sua experiência com a Amarelinha até então e respondeu às perguntas da imprensa durante coletiva.

Feliz com a primeira oportunidade com Pia, Pardal ressaltou o entrosamento com a companheira de zaga Erika como fator primordial à sua adaptação – as duas são titulares no Corinthians. Esta é a segunda passagem da defensora na equipe principal. Em 2017, foi convocada pela primeira vez, quando Emily Lima comandava a equipe. 

“Primeiramente, é um prazer estar aqui. É a minha primeira convocação com a Pia, um momento de muita felicidade para mim. É algo que esse ano eu não esperava, pelo fato de ter acontecido algumas coisas pessoais na minha vida e pela pandemia também. Mas a oportunidade foi dada, estou muito feliz, e agora é abraçar isso e se manter. Já tenho uma identificação e entrosamento muito bom com a Erika, já venho jogando com ela há muito tempo no Corinthians, então espero que na Seleção possa dar certo também”, destacou.

Seleção Feminina Principal treina na Granja Comary - 16/09/2020. Pardal Seleção Feminina Principal treina na Granja Comary - 16/09/2020. Pardal
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Eleita a melhor zagueira do Brasileirão 2019, Pardal admitiu que o processo de adaptação não tem sido difícil por conta da filosofia similar entre Pia Sundhage e Arthur Elias, técnico do Corinthians. A zagueira ressaltou que ambos gostam de trabalhar com intensidade alta, sobretudo no que tange o sistema defensivo.

“Estou me adaptando muito bem ao estilo de jogo dela, não foge muito do estilo do Corinthians: intensidade o tempo todo, ficar com a bola. Então como não foge muito, estou me adaptando muito bem, já que é algo que já venho fazendo há bastante tempo. Agora é só manter com o que ela pede. Claro que algumas coisas são diferentes, mas acabo pegando muito rápido pelo fato de ter uma capacidade boa de focar nas coisas. Está sendo um aprendizado muito grande treinar com a Pia, ela é uma pessoa superinteligente e estou muito feliz”, analisou.

Jogo-treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary Jogo-treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary
Créditos: Thais Magalhães/CBF

O período de treinos na Granja Comary, que vai até o dia 22 de setembro, faz parte do reinício da preparação visando os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 (adiados para 2021). Com esse objetivo em mente e na expectativa de garantir regularidade na Seleção, Pardal revelou que se colocaria à disposição da técnica Pia para atuar em mais de uma função.

“Quem não quer as Olimpíadas, né? Sou zagueira, mas se ela precisar de mim para outras funções, com certeza vou estar aqui para ajudar a equipe de alguma forma. Comecei minha carreira como volante, é uma posição que eu sei fazer também. Então é como eu falei (risos), se for para ter uma vaguinha nas Olimpíadas, com certeza eu faço outras funções”, concluiu a zagueira.

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports