Em fase especial, Duda Santos fala sobre o sonho de disputar uma Olimpíada

Em fase especial, Duda Santos fala sobre o sonho de disputar uma Olimpíada

Aos 25 anos, a meia coleciona três convocações para a Seleção. Em entrevista coletiva, exaltou o crescimento do futebol feminino Brasil e destacou expectativa para estrear pelo Palmeiras.

Seleção Feminina Principal faz jogo-treino na Granja Comary Seleção Feminina Principal faz jogo-treino na Granja Comary
Créditos: Laura Zago/CBF

A Seleção Brasileira Feminina segue a sua preparação de olho nas Olimpíadas de Tóquio. A técnica Pia Sundhage continua os testes para alcançar a equipe ideal. Com 25 anos, a meia Duda Santos coleciona três convocações para a Seleção. A jogadora não escondeu a felicidade pelo momento que atravessa na carreira e falou sobre o sonho de disputar uma Olimpíada.

"Quem chega na Seleção sonha em estar nas Olimpíadas, eu vou continuar trabalhando forte no clube, e vou dar o meu melhor pelo Palmeiras, para ocorrerem mais convocações como consequência do meu bom trabalho. Vou ao meu limite e, se Deus quiser, estarei na lista para Tóquio", disse Duda Santos.

Para Duda, é inegável o crescimento do futebol feminino no Brasil. Com constantes aparições de jogadoras fora do eixo Rio-São Paulo na Seleção, a meia destacou o fato que a modalidade está em expansão, o que atrai os olhares de jovens atletas. Quanto ao trabalho da Confederação Brasileira de Futebol, Duda afirmou que a entidade auxilia no desenvolvimento do esporte.

"Acho que é muito importante este investimento. O futebol feminino vêm crescendo cada vez mais e nós procuramos fazer o nosso trabalho dentro de campo para colaborar com este crescimento. Essa visibilidade é muito importante para nós. A CBF sempre está nos ajudando, não só criando competições para a categoria adulta, mas também para a base. Isto com certeza é muito importante para todas nós do futebol feminino e nos deixa muito motivadas para alcançar grandes feitos no esporte", destacou Duda.

Em fase especial, Duda Santos fala sobre o sonho de disputar uma Olimpíada Em fase especial, Duda Santos fala sobre o sonho de disputar uma Olimpíada
Créditos: Laura Zago/CBF

Questionada sobre a sua adaptação na Seleção, a meia não escondeu o desejo de sempre aprender coisas novas, e aproveitou para elogiar o conceito de Pia, que busca a versatilidade em cada atleta fazendo assim com o que o seu esquema tenha mais opções. Além disso, a meia traçou um paralelo entre o trabalho da treinadora sueca e de Ricardo Belli, seu técnico no Palmeiras, elogiando ambos.

"O Ricardo está estudando e trabalhando para se tornar um grande treinador. Gosto muito do trabalho dele e acho que esse ano podemos ter bons resultados dentro de campo. A Pia gosta do jogo onde todas se apoiam, compactadas e atuando próximas. Quando nós viemos para a Seleção, já sabemos o que temos a fazer. Temos que continuar dando o nosso melhor, igual fazemos nos nossos clubes. Venho jogando aqui como atacante, mas em alguns momentos a Pia me coloca no meio. É o mesmo que o Ricardo quer, que tenhamos essa versatilidade dentro de campo parra jogar em mais posições", finalizou Duda Santos.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Guaraná Antártica VIVO Itaú Mastercard Voe GOL CIMED Semp TCL FIAT Pague Menos Café 3 Corações Techno Gym Stat Sports Kin Analytics