Em campo em todos os jogos com Pia, Debinha analisa momento especial com a Seleção Feminina

Em campo em todos os jogos com Pia, Debinha analisa momento especial com a Seleção Feminina

Em campo em todos os jogos sob o comando da sueca, atacante avalia boa fase. A atacante também lidera a artilharia com 12 gols marcados, uma média de 0,75 tentos por partida.

Brasil e Canadá mediram forças pela última rodada do Torneio She Believes, nos Estados Unidos Brasil e Canadá mediram forças pela última rodada do Torneio She Believes, nos Estados Unidos
Créditos: Sam Robles/CBF

São 16 jogos e 16 vezes com Debinha em campo. A atacante é a única atleta a atuar em todas as partidas sob o comando da técnica Pia Sundhage. Nesta terça-feira (24), diante do Canadá, na última rodada do Torneio She Believes, a camisa número 9 do Brasil deixou também a sua marca na vitória por 2 a 0, fato que também tem sido comum quando está em campo, 

Debinha lidera a artilharia sob o comando da sueca, com 12 gols, uma média de 0,75 tentos por partida. A atacante também é líder do ranking de minutagens sob o comando de Pia. Em 16 jogos, soma 1.195 minutos. A boa fase? Debinha credita na confiança que a treinadora deposita em sua performance.

"Primeiramente fico muito feliz com a oportunidade e a confiança que ela vem me dando. É sempre muito bom fazer gols, então quero apenas aproveitar essa fase pra ajudar as minhas companheiras e estar sempre buscando o meu 100%, seja no meu clube ou quando chegar aqui", destaca Debinha. 

 

No Torneio She Believes, o Brasil goleou a Argentina, por 4 a 0, com direito a um gol de Debinha. Já no segundo duelo, diante das atuais campeãs mundiais, os Estados Unidos, apesar do bom jogo coletivo, a Seleção perdeu para as anfitriãs por 2 a 0. No último compromisso, vitória sobre o Canadá, por 2 a 0. Para a atacante além da evolução demostrada dentro de campo, os êxitos servirão para que a Amarelinha conquiste novas posições no Ranking da FIFA. Atualmente, a Seleção Feminina está em oitavo lugar, junto com o Canadá, ambos com 1.958 pontos.

"Acho que esse é o caminho! Vimos a evolução da equipe, foram três jogos diante de seleções diferentes em pouco tempo de descanso, um jogo atrás do outro. É isso que teremos na Olimpíada. Demos mais um passo para subir para a 7ª sétima posição do Ranking da FIFA, isso é muito importante. O gostinho da vitória também é muito bom, que a gente possa voltar pra próxima convocação com esse sentimento de vitória e que a gente possa evoluir cada vez mais", analisa a camisa 9. 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NIKE GUARANÁ ANTÁRTICA VIVO ITAÚ MASTERCARD GOL CIMED SEMP TCL FIAT PAGUE MENOS 3 CORAÇÕES TECHNOGYM STAT SPORTS