Confira os números da Era Pia Sundhage rumo aos Jogos de Tóquio

Confira os números da Era Pia Sundhage rumo aos Jogos de Tóquio

Treinadora assumiu a Seleção Principal Feminina em julho de 2019 com a missão de guiar o Brasil ao ouro olímpico. Desde então, levou a Amarelinha a sétima posição do Ranking da FIFA.

Pia Sundhage convoca Seleção Olímpica Feminina para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Pia Sundhage. Pia Sundhage convoca Seleção Olímpica Feminina para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Pia Sundhage.
Créditos: Thais Magalhães/CBF

A convocação oficial da técnica Pia Sundhage para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 oficializou um grandioso ciclo olímpico, que deu seus primeiros passos com a chegada da sueca à Seleção Principal Feminina, em 2019. O foco na medalha de ouro inédita guiou as filosofias da treinadora desde a primeira lista de jogadoras até o último amistoso realizado pela Amarelinha. 

Os Jogos de Tóquio 2020 serão a primeira competição oficial de Pia Sundhage no comando da Seleção Feminina. Em um ano e oito meses de trabalho, a sueca guiou a Canarinho em dezoito jogos, somando onze vitórias, cinco empates e três derrotas. Ao todo, foram 12 convocações anunciadas pela treinadora, sendo 4 delas para período de treinamentos. Além disso, Pia esteve atenta às competições brasileiras e da CONMEBOL, seja adulta ou de base. Confira o Raio-X dos números da Era Pia Sundhage na caminhada rumo à Tóquio.

ERA PIA EM NÚMEROS

12 convocações

18 jogos
11 vitórias
5 empates
2 derrotas
49 gols marcados
8 gols sofridos

 

ARTILHARIA DA ERA PIA

 

Debinha - 12 gols

Bia Zaneratto - 5 gols

Andressa Alves, Rafaelle e Formiga - 3 gols

Erika, Ludmila, Cristiane, Marta, Julia Bianchi e Bruna Benites - 2 gols

Adriana, Geyse, Luana, Duda, Valéria, Victória, Duda Santos, Millene, Tamires e Chú - 1 gol

Jogo Preparatório Seleção Feminina Principal - Brasil x Rússia - 11/06/2021 Seleção Feminina venceu jogo preparatório diante da Rússia no dia 11 de junho.
Créditos: Richard Callis/SPP/CBF

CONVOCAÇÕES DA ERA PIA

Dona de duas medalhas de ouro e uma de prata como técnica, Pia terá a missão de comandar o Brasil em busca do ouro inédito. Comprometida com o objetivo, a treinadora realizou testes com várias jogadoras ao longo das convocações priorizando a versatilidade em campo. Para isso, Pia convocou 73 atletas para período de treinamentos e jogos-treinos, além de fornecer para 12 atletas a oportunidade de estrearem em jogos da Seleção Feminina Principal.

Dentre os setores que mais foram testados por Pia Sundhage, a defesa recebeu o maior número de jogadoras convocadas: 23 atletas mergulharam no modelo de jogo da sueca. Para proteger a meta do Brasil, 10 goleiras distintas foram acionadas e, no meio-campo, 21 atletas tiveram a chance de vestir a Amarelinha. No ataque, 18 jogadoras viveram a emoção de serem convocadas.

No comando da Seleção Feminina, Pia Sundhage não abriu mão de oportunidades de reunir o elenco para ganhar ritmo de jogo. As mulheres do Brasil viveram oito janelas de jogos preparatórios enfrentando seleções da América, Europa e Ásia, incluindo as atuais campeãs mundiais, os Estados Unidos. A intensa preparação no ciclo olímpico já apresenta resultados positivos e, no último mês de abril, a Seleção Feminina subiu uma posição no Ranking da FIFA, atualmente, ocupando a 7° posição.


CRONOLOGIA DA ERA PIA


Torneio Internacional do Brasil

Foi em uma goleada de 5 a 0, diante da Argentina, que Pia Sundhage estreou no comando da Seleção Feminina, no dia 29 de agosto de 2019. O palco foi o Estádio Pacaembu, em São Paulo, e os gols foram marcados por Ludmila, Formiga, Debinha, Erika e Juncos (contra). Na decisão do torneio, a Amarelinha empatou sem gols com o Chile, e perdeu na disputa de pênaltis.

Jogos Preparatórios

Em outubro de 2019, a Seleção Feminina venceu, de forma inédita, a Inglaterra, por 2 a 1. Na casa das adversárias, Debinha foi a responsável por balançar as redes. Nesta mesma janela de partidas, a Canarinho enfrentou a Polônia e ganhou por 3 a 1, com gols de Formiga, Tamires e Debinha.

Torneio Internacional da China

Mais uma competição internacional para Pia Sundhage rodar o elenco brasileiro, e o primeiro adversário foi o Canadá. Por 4 a 0, as brasileiras levaram a melhor com gols de Chú, Formiga e Bia Zaneratto, anotando duas vezes. Depois foi a vez do Brasil enfrentar as anfitriãs e, após um empate sem gols, as chinesas venceram nos pênaltis.

Jogos Preparatórios - Período Não Data FIFA

Em busca da medalha inédita, a Seleção Brasileira não desperdiçou nenhuma oportunidade de intensificar a preparação. Em novembro de 2019, dois jogos preparatórios diante do México deram continuidade ao planejamento de Pia Sundhage. O Brasil sobrou no primeiro jogo e goleou as mexicanas por 6 a 0, na Neo Química Arena, em São Paulo. O dia inspirado teve direito a hat-trick da Bia Zaneratto, gols de Duda, Debinha e Millene. No outro confronto, na Fonte Luminosa, em Araraquara, a Canarinho levou a melhor por 4 a 0, com dois gols de Cristiane, Debinha e Victória.

Torneio Internacional da França

No primeiro trimestre de 2020, ano programado para as Olimpíadas, Pia Sundhage liderou o selecionado brasileiro em três partidas em território Francês. Um empate sem gols diante da Holanda, marcou a estreia brasileira no torneio, seguido de uma derrota por 1 a 0 para as donas da casa, a Seleção da França. No último desafio na competição, a Amarelinha empatou em 2 a 2 com o Canadá, Marta e Ludmila marcaram para o Brasil.


Jogos Preparatórios

Diante do Equador, na última Data FIFA de 2020, o Brasil realizou dois jogos preparatórios. Na Neo Química Arena, a equipe de Pia venceu por 6 a 0, com hat-trick da Debinha e gols de Valéria, Rafaelle e Duda Santos. No segundo jogo, no Morumbi, uma nova goleada. A Canarinho bateu as equatorianas por 8 a 0 em noite de Andressa Alves e Rafaelle, que balançaram as redes duas vezes cada. Debinha, Luana, Julia Bianchi e Erika também deixaram os delas.

Primeiro jogo do Torneio She Believes em Orlando: Brasil x Argentina Debinha é a artilheira da Era Pia com 12 gols marcados.
Créditos: Sam Robles/CBF
 


Torneio She Believes

Em fevereiro de 2021, nos Estados Unidos, o Brasil vivenciou mais uma etapa de preparação para as Olimpíadas. A Seleção bateu a Argentina, por 4 a 1, com gols de Marta, Debinha, Adriana e Geyse. Na sequência, enfrentou o Canadá, e uma nova vitória, desta vez, por 2 a 0, gols de Debinha e Julia Bianchi. Diante das atuais campeãs do mundo, os Estados Unidos, o Brasil sofreu um revés de 2 a 0.

Jogos Preparatórios

Na última Data FIFA antes das Olimpíadas, a Seleção Feminina fez dois jogos amistosos na Espanha. Contra a Rússia, o Brasil venceu com dois gols de Bruna Benites e um de Andressa Alves. Já diante do Canadá, o grupo de Pia empatou sem gols e finalizou a preparação para Tóquio.

Períodos de Preparação

Devido às restrições de viagens por conta da pandemia de Covid-19, a Seleção Feminina realizou quatro janelas de convocações focadas apenas em treinos. Duas foram realizadas em setembro e outubro de 2020, enquanto as outras duas aconteceram em janeiro e abril de 2021. Nessas listagens foram valorizadas atletas que atuam no futebol nacional.

Segundo treino da Seleção Feminina Principal na Granja Comary - 07/04/2021 Pia Sundhage comandou quatro período de treinamentos durante seu comando.
Créditos: Laura Zago/CBF

PATROCINADORES

Sel Feminina Patrocinador - Notícias Nike Guaraná Antártica VIVO ITAÜ Neoenergia Mastercard GOL CIMED SEMP TCL FIAT Pague Menos BitCi 3 Corações Techno Gym Stat Sports Kinan Alytics Globus