Confira as possibilidades da Seleção Feminina nas oitavas de final

Confira as possibilidades da Seleção Feminina nas oitavas de final

Brasil enfrenta a Itália às 16h, no Stade du Hainaut, em Valenciennes. Veja os cenários possíveis da Seleção na fase de grupos e os adversários nas oitavas

Thaisa. Brasil x Austrália, Copa do Mundo Feminina 2019 Thaisa. Brasil x Austrália, Copa do Mundo Feminina 2019
Créditos: Assessoria / CBF

A Seleção Feminina entra em campo logo mais, às 16h, pelo último e decisivo jogo da fase de grupos da Copa do Mundo. Em Valenciennes, no Stade du Hainaut, o Brasil enfrenta a Itália buscando a vaga nas oitavas de final do torneio. O sistema de classificação é simples: os dois primeiros colocados de cada grupo avançam, assim como os quatro melhores terceiros colocados. No entanto, a matemática para a Seleção é um pouco mais complexa. 

Confira abaixo as possíveis colocações do Brasil no grupo e os adversários na próxima fase.

O que é necessário para ser líder do grupo?

Para terminar na primeira posição do Grupo C, a Seleção vai precisar marcar gols. Tem que ganhar das italianas por três gols de saldo ou dois gols de diferença, considerando que marque ao menos três gols. Por exemplo: 3 a 1,  4 a 2. Além disso, a Austrália não pode vencer a Jamaica. Caso isso aconteça, que seja por quatro gols ou menos de saldo.

Caso fique na liderança, o Brasil enfrenta o terceiro colocado do Grupo A ou B nas oitavas de final. A maior chance é que seja a China, a não ser que não se classifiquem os terceiros dos Grupos E ou F. Nessa hipótese, o adversário será a Nigéria. 

O que é necessário para ser segundo colocado?

A conta para ficar na segunda posição do Grupo C da Copa do Mundo é mais complexa, pois a Seleção pode permanecer na frente da Austrália ou ultrapassar a Itália, mas com as australianas terminando na liderança. A matemática para ficar na frente da equipe da Oceania é simples: precisa vencer e manter a diferença de um gol de saldo ou empatar e torcer por um tropeço da Austrália. Qualquer resultado repetido entre os dois times mantém o Brasil à frente da Austrália.

Outra possibilidade do grupo é com as australianas terminando em primeiro, o Brasil em segundo e a Itália em terceiro. Para isso acontecer, a Austrália tem que ganhar da Jamaica por pelo menos quatro gols de diferença e a Seleção vencer a Azzurra por pelo menos dois gols de diferença (Ex.: Austrália 5 x 0 Jamaica e Brasil 2 x 0 Itália). O Brasil também fica na vice-liderança se vencer a Itália por pelo menos três gols de saldo ou dois gols de saldo desde que marque pelo menos três gols e a Austrália ganhe por pelo menos cinco gols (Ex.: Austrália 6 x 0 Jamaica e Brasil 4 x 2 Itália).

Se confirmar a classificação em segundo lugar, a Seleção Brasileira enfrenta a Noruega nas oitavas de final da Copa do Mundo. 

Como o Brasil pode terminar em terceiro?

Para terminar na terceira colocação, existem duas possibilidades. A primeira é simples: um empate ou derrota contra a Itália logo mais e uma vitória simples da Austrália. A outra hipótese é vencendo as italianas por 1 a 0 e as australianas ganhando da Jamaica por três ou mais gols de diferença. Caso fique em terceiro, o Brasil ainda depende dos classificados dos demais grupos para conhecer seu adversário, que seria o primeiro colocado do A (França) ou do B (Alemanha). A maior chance é que sejam as donas da casa. Para cair contras as alemãs nas oitavas de final, precisa que os grupos A e D não tenham um dos melhores terceiros colocados. 

Resumo do que precisa para se classificar

Para chegar as oitavas de final, a Seleção precisa vencer ou empatar para não depender de outros resultados. Em caso de derrota, precisaria de uma combinação improvável de resultados para não avançar. Além do revés, Argentina ou a Escócia, o Chile e a Nova Zelândia ou Camarões teriam que vencer suas últimas partidas com um bom saldo de gol. 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports