Com grupo mesclado, Seleção Feminina segue treinamentos em Itu

Com grupo mesclado, Seleção Feminina segue treinamentos em Itu

Entre as novatas do grupo, técnico Vadão chamou Kathllen, que joga na França e vem sendo observada há seis meses pelo analista de desempenho da Seleção

Seleção Feminina treina em Itu (SP) até o dia 12

Seleção Feminina treina em Itu (SP) até o dia 12

Créditos: CBF

Kathllen atua na França e foi convocada após observação do analista de desempenho

Kathllen atua na França e foi convocada após observação do analista de desempenho

Créditos: CBF

Em preparação para o Torneio das Nações, que será disputado entre julho e agosto deste ano, nos Estados Unidos, a Seleção Brasileira Feminina segue com os treinos no Otho Hotel Convention & Spa, em Itu (SP). Para esta etapa de observação, o técnico Vadão mesclou atletas experientes e novatas em sua convocação.

– Como o Torneio das Nações não é em data Fifa, e nós não teremos todas as atletas liberadas, aproveitamos para trazer algumas diferentes, que a gente não conhecia, mas tinha informação e que precisava em algum momento observar melhor. Tem algumas que são mais jovens, mas que já haviam sido convocadas e estão de volta, que é o caso da Adriana e da Milene, do Corinthians, e as novatas: Kathllen, do Bordeaux, e Rayanne e Ana Carolina, do Flamengo. Fizemos uma mescla com jogadoras mais experientes e outras mais novas. E, quando chegar no momento do Torneio, vamos ter um esboço das atletas que poderemos levar – afirmou o treinador.

Uma das novidades desta convocação, a zagueira Kathllen atualmente joga no Bordeaux, da França, mas vem sendo observada pela comissão técnica desde quando estava nos Estados Unidos.

– A gente cataloga todas as atletas que estão jogando fora do país, de todas as categorias, monitora por meio de vídeos e reunimos todas as informações em um banco de dados. A Kathllen teve destaque em uma categoria junior nos Estados Unidos e depois foi para a França. Eu continuei monitorando ela durante uns seis meses. A gente analisa como a jogadora se comporta em determinados momentos de jogo, como defende, como ataca, como é a transição nas bolas paradas e se ainda preenche outros requisitos, como altura, por exemplo. A partir daí vamos traçando o perfil e depois trazemos para a prática, para serem observadas pessoalmente – explicou Ricardo Pombo, analista de desempenho da Seleção Feminina.

Sem esconder a felicidade com a primeira convocação para a Seleção Brasileira, a jogadora ressaltou a importância do trabalho de observação à distância da comissão técnica.

– Essa observação é muito importante, porque quando você encontra oportunidade fora do país, continua na batalha para crescer e chegar aqui na Seleção. Continuamos a buscar o crescimento do futebol brasileiro. Chegar à Seleção é o sonho de toda criança que gosta de futebol. Estar aqui pela primeira vez está sendo maravilhoso, e estou muito feliz. Quando cheguei, não estava acreditando e me perguntei: “estou aqui mesmo?” (risos). Mas agora estou me sentindo em casa – declarou Kathllen.

A Seleção Feminina treina em Itu (SP) até o dia 12 de junho de olho no Torneio das Nações. A competição será disputada nos Estados Unidos entre 26 de julho e 2 de agosto, onde o Brasil enfrentará Austrália, Japão e as donas da casa.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira