Baú da Seleção: Daniela Alves mostra quadro 'anônimo' do Pan de 2007

Baú da Seleção: Daniela Alves mostra quadro 'anônimo' do Pan de 2007

Diante de 70 mil pessoas, Seleção Feminina foi campeã Pan-Americana no Maracanã. Durante o torneio, a meio-campista recebeu um quadro em sua homenagem, mas até hoje não conhece o autor

Meio-campista relembra conquista do Pan-Americano de 2007 com a Seleção Feminina Meio-campista relembra conquista do Pan-Americano de 2007 com a Seleção Feminina
Créditos: Acervo pessoal

Há 13 anos, o Brasil conquistou a medalha de ouro no futebol feminino dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Mas para Daniela Alves, as lembranças daquela decisão seguem vivas como se tivessem acontecido na semana passada. Hoje técnica do das categorias de base do Corinthians Feminina, a ex-jogadora da Seleção Brasileira abriu sua coleção para o Baú da Seleção.

Em uma conquista tão histórica, qualquer recordação se torna muito mais especial. Daniela guarda muita coisa daquele título até hoje. A camisa da delegação, a medalha e até um quadro 'anônimo', que despertou sua curiosidade.

Enquanto disputava o Pan, Dani Alves recebeu uma homenagem de um fã: um quadro com uma pintura da jogadora, com direito a logomarca do Jogos Pan-Americanos de 2007, bola e chuteiras fielmente reproduzidas. Para sua surpresa, porém, o autor não se identificou. O quadro tem uma assinatura, mas ela ainda tenta descobrir quem é o responsável pela homenagem.

- Eu voltei do Pan e o quadro estava aqui (na casa dela). Até hoje eu não sei quem pintou. Mas ele está na minha parede. Ele remete os detalhes da chuteira que joguei, a mim, a torcida, o símbolo do Pan... Está assinado, mas eu não sei quem foi, não foi entregue diretamente a mim. Eu tenho um carinho muito especial por esse quadro. Espero um dia poder encontrar essa pessoa e agradecê-la - contou.

Os Jogos Pan-Americanos, assim como as Olimpíadas, não têm taça. Isso é: a Seleção não levanta nenhum troféu no pódio após a conquista. A recordação máxima fica por conta da medalha que cada uma das atletas ganhou Peça de luxo na coleção de Daniela Alves, a medalha do Pan traz memórias inesquecíveis daquele dia.

Eu lembro de receber a medalha e parar para ler o que estava inscrito nela, por ser diferente, com um acrílico em volta. Ficamos uma olhando para a outra, admirando, querendo tirar foto. A gente notou que a torcida não foi embora até a hora da gente receber a medalha, a premiação. Isso me marcou. Todos ficaram até o fim para ouvir o hino nacional, até voltarmos com os instrumentos do vestiário para receber a medalha - lembrou.

Meio-campista relembra conquista do Pan-Americano de 2007 com a Seleção Feminina A medalha de ouro de Daniela Alves do Pan de 2007
Créditos: Acervo pessoal

A geração de Daniela Alves é, certamente, uma das mais importantes do futebol feminino do país. Em uma questão de cerca de um ano, o mesmo time que conquistou o Pan ainda foi vice-campeão da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Essas campanhas estão marcadas em uma camisa autografada na parede de Daniela Alves. Ali, estão os nomes de várias das jogadoras que fizeram parte dos três campeonatos em questão.

É uma das maneiras que Daniela tem de olhar para trás, lembrar do que fez, do que conquistou e do orgulho que tem da caminhada que percorreu. Hoje fora das quatro linhas, mas não afastada dos campos, a ex-jogadora conhece bem a situação do futebol feminino. Acima de todas as conquistas e recordações, está, no entanto, um importante legado deixado por ela: o amor pelo esporte.

Eu nunca programei viver tudo isso. Eu sei que sempre amei jogar futebol, essa é minha paixão. Muito pequenininha, eu me metia no meio dos homens adultos para jogar. Eu me recordo de ter visto um jogo na televisão em 1997 e falar para meus pais que queria jogar igual elas, na TV. Botei como objetivo para alcançar. Consegui ir para uma equipe, sonhei em ir para a Seleção. Depois, sonhei em participar de uma competição. E assim foi, um passo de cada vez. Daqui a pouco eu estava jogando fora do país, estava entre as 10 melhores da FIFA. Fui conquistando passa a passo, sempre por amor e paixão por esse esporte. Nunca foi para ser famosa e rica. Sempre foi por amor - disse.

Meio-campista relembra conquista do Pan-Americano de 2007 com a Seleção Feminina A camisa da geração 2007-2008 enquadrada na casa de Daniela Alves
Créditos: Acervo pessoal

Meio-campista relembra conquista do Pan-Americano de 2007 com a Seleção Feminina A camisa usada pela delegação da Seleção Feminina durante o Pan
Créditos: Acervo pessoal

Meio-campista relembra conquista do Pan-Americano de 2007 com a Seleção Feminina Daniela Alves e a medalha do Pan
Créditos: Acervo pessoal

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports