Pioneiras exaltam reconhecimento recebido durante evento na Granja Comary

Pioneiras exaltam reconhecimento recebido durante evento na Granja Comary

Felizes por terem seus legados reconhecidos, as Pioneiras exaltaram o carinho recebido durante a estadia na Granja Comary no evento em comemoração dos 30 anos da Primeira Copa do Mundo FIFA de Futebol Feminino.

30 anos da Seleção Brasileira Feminina: o jogo 30 anos da Seleção Brasileira Feminina: o jogo
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Os dias 11 e 12 de dezembro ficarão para sempre na memória de uma geração que pavimentou o caminho do futebol feminino no Brasil. A data marcou a comemoração dos 30 anos da disputa da Primeira Copa do Mundo FIFA da modalidade, celebrada em um palco histórico: na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). De lá, as Pioneiras da Seleção Feminina tiveram seu legado reconhecido através de uma série de homenagens organizadas pela Confederação Brasileira de Futebol.

A emoção já ficou à flor da pele logo na chegada das ex-jogadoras da Canarino, na noite de sábado (11). Ao adentrarem nas dependências da Granja Comary, as Pioneiras se depararam com uma enorme estrutura que contava, através de fotos e relatos montados em uma linha do tempo, a história da geração de 1988 e 1991 da Seleção Feminina. O painel despertou as mais bonitas reações, como contou a goleira Meg ao site da CBF.

"Colocar tudo que está acontecendo aqui por conta desses 30 anos, é uma linha do tempo extensa. As emoções são grandes, vai aflorando. Até porque não sabíamos exatamente o que nos esperava aqui na Granja. O esforço da Duda, da Aline, com a ajuda do Romeu também, e outras pessoas dos bastidores é primordial. Elas estão inserindo as Pioneiras no corpo do futebol feminino. Estou muito feliz. Tudo que está sendo feito está sendo com amor e carinho e estamos aceitando. Porque, sim, nós fomos as pioneiras", destacou.

Evento 30 anos da Seleção Brasileira Feminina na Granja Comary Evento 30 anos da Seleção Brasileira Feminina na Granja Comary
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Passada a surpresa, as atletas foram recebidas com um coquetel seguido de um jantar especial. No domingo, após um café da manhã reforçado, as Pioneiras concentraram as energias para matarem a saudade de estar em ação com a Amarelinha novamente. Com uniformes personalizados, as craques do Brasil participaram de um ensaio fotográfico e depois foram divididas em duas equipes para protagonizarem um jogo festivo repleto de gols e irreverência.

“Eu me emocionei tanto, é tão valoroso isso tudo. É muita gratidão, a gente marcou uma época, somos pioneiras. Mas temos que agradecer todo o trabalho da CBF, da Aline, toda a recepção que tivemos. Nunca acreditei que em algum momento a gente teria esse reconhecimento. A gente sempre deu nosso máximo, temos amor pela bandeira do Brasil, em representar a Confederação Brasileira do Futebol. Hoje, através dessa homenagem, a gente diz que a ficha nem caiu ainda. Eu só tenho uma palavra que hoje resume tudo: gratidão", resumiu Rosa, após a disputa da partida.

30 anos da Seleção Brasileira Feminina: o jogo 30 anos da Seleção Brasileira Feminina: o jogo
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Depois de relembrarem os tempos de glória dentro das quatro linhas, as Pioneiras receberam outra homenagem durante o almoço. Para exaltar o legado e celebrar os 30 anos da disputa da Primeira Copa do Mundo FIFA de Futebol Feminino, as ex-jogadoras ganharam medalhas estilizadas em alusão à data.

30 anos da Seleção Brasileira Feminina: entrega das medalhas 30 anos da Seleção Brasileira Feminina: entrega das medalhas
Créditos: Thais Magalhães/CBF

"A gente não tem palavras para agradecer. A gente se emociona mais a cada dia que passa pelo trabalho que a CBF, com a Aline e Duda, está fazendo. O reconhecimento chegou, era o que a gente esperava, que isso viesse um dia. É muita emoção, porque a gente lembra da Granja antes da reforma, de tudo que a gente passou aqui, vem tudo na memória. A gente se emociona, chora, brinca. Não tem palavra pra descrever isso, só gratidão", concluiu a goleira Miriam.

30 anos da Seleção Brasileira Feminina: entrega das medalhas 30 anos da Seleção Brasileira Feminina: entrega das medalhas
Créditos: Thais Magalhães/CBF

PATROCINADORES

Sel Feminina Patrocinador - Notícias