Jaqueline e Ana Vitória falam sobre oportunidade na Seleção Feminina Principal

Jaqueline e Ana Vitória falam sobre oportunidade na Seleção Feminina Principal

 Concluindo seus ciclos na equipe Sub-20, a meia Ana Vitória e a atacante Jaqueline estão tendo a primeira oportunidade em jogos internacionais na equipe principal.

Seleção Feminina Principal treina após vitória contra o Equador - 28/11/2020. Jaqueline e Ana Vitória Seleção Feminina Principal treina após vitória contra o Equador - 28/11/2020. Jaqueline e Ana Vitória
Créditos: Mariana Sá / CBF

Para os jogos preparatórios diante do Equador, a técnica Pia Sundhage deu oportunidade para cinco jovens atletas que são nomes frequentes nas categorias de base. Concluindo seus ciclos na equipe Sub-20, a meia Ana Vitória e a atacante Jaqueline completam o grupo com a defensora Camila e atacante Nycole, que também estão tendo a primeira oportunidade em jogos internacionais na equipe principal. Além delas, a atacante Giovana, que tem idade para a categoria Sub-17,  também está convocada. 

Um dos objetivos da comissão técnica é promover o intercâmbio de atletas de outras categorias na equipe principal e também já idealizar o trabalho de renovação na equipe principal. A estreante Jaque celebrou a chance de integrar o time, e além da experiência, conta como é o famoso "trote" nos primeiros dias com o grupo. 

"Está sendo muito diferente, estou muito feliz pela oportunidade! Nos primeiros treinos já senti como é diferente estar aqui e espero poder vir mais vezes. Tudo é diferente, seja a relação com as meninas, o jeito de treinar. Passar pelo trote foi horrível (risos), fui toda errada, mas fico feliz que já passou", disse a atacante.

 

Para Ana Vitória essa é a segunda oportunidade com Pia, em novembro, a meia participou do período de treinos em Portugal e agora, vive a expectativa de atuar em seu primeiro jogo com a equipe principal. Feliz por estar com o grupo novamente, ela citou a importância da troca de experiências com as outras atletas.

"Eu fiquei muito feliz por ter mais uma oportunidade. Não esperava. A gente sempre trabalha muito para estar aqui, mas não espera por ser muito difícil. Fiquei muito feliz! Também senti a diferença de estar aqui, pois temos tudo do mais alto nível, inclusive os treinos e a competitividade nas atividades. É muito bom para nós que somos mais jovens podermos aprender com as jogadoras e a comissão tão experiente", afirmou a jogadora.

Treino da Seleção Feminina no CT Joaquim Grava - Manhã - 24/11/2020. Ana Vitória Treino da Seleção Feminina no CT Joaquim Grava - Manhã - 24/11/2020. Ana Vitória
Créditos: Mariana Sá / CBF

Na segunda oportunidade com Pia, a meia Ana Vitória acrescentou que conseguiu ver conceitos e ideias trabalhadas na Sub-20 sendo aplicadas nos trabalhos da Principal, fator que ajuda no processo de transição entre categorias.

"A gente traz muita coisa de fora e dentro de campo. As Seleções estão muito integradas, tudo que é trabalhado aqui na Principal ao menos já ouvimos falar ou iniciamos na Sub-20. Isso facilita bastante pra gente chegar aqui e conseguir corresponder fazendo o que se pede", completou a meio-campista.

O jogo contra o Equador faz parte da preparação do Brasil visando os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 (adiados para 2021). A Canarinho volta aos gramados já nesta terça-feira (1º), novamente diante das rivais sul-americanas, às 21h30, no Estádio Morumbi.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NIKE GUARANÁ ANTÁRTICA VIVO ITAÚ MASTERCARD GOL CIMED SEMP TCL FIAT PAGUE MENOS 3 CORAÇÕES TECHNOGYM STAT SPORTS