Angelina comemora primeira convocação para a Seleção Feminina Principal

Angelina comemora primeira convocação para a Seleção Feminina Principal

Com passagens pelas Seleções Sub-20 e Sub-17, a meia do OL Reign vive a primeira oportunidade com a técnica Pia Sundhage.

Pia Sundhage comanda primeiro treino da Seleção Feminina Principal com grupo completo. Angelina. Pia Sundhage comanda primeiro treino da Seleção Feminina Principal com grupo completo. Angelina.
Créditos: Carolina Brito/CBF

Com currículo vitorioso nas categorias de base do Brasil, Angelina, de 21 anos, vive a primeira convocação na Seleção Feminina Principal. Reunida na Espanha com a delegação nos dois últimos jogos preparatórios antes dos Jogos de Tóquio 2020, a meia do OL Reign aproveita para aprender um pouco sobre a filosofia da técnica Pia Sundhage, um momento ao qual ela sonhou muito em participar.

“Para mim, a convocação foi uma surpresa, foi em um momento que eu menos esperava. Eu estava focada lá no clube, foi uma mudança grande que eu fiz para os Estados Unidos, mas me pegou de surpresa e eu fiquei muito feliz com a oportunidade,” confessa.

Pia Sundhage comanda primeiro treino da Seleção Feminina Principal com grupo completo. Angelina. Angelina em treinamento com a Seleção Feminina Principal
Créditos: Carolina Brito/CBF

Antes de ser contratada pelo OL Reign, Angelina integrava o time do Palmeiras e participou de 14 das 19 partidas das Palestrinas no Brasileirão Feminino, chegando até a semifinal. Em 2017, ela foi campeã brasileira com o Santos e, no ano seguinte, levantou o troféu do Paulistão com as Sereias da Vila. 

Com a Amarelinha, teve grande passagem pela Seleção Feminina Sub-20 e Sub-17, e foi uma das capitãs de sua geração nas competições que disputaram como Mundial e Sul-Americanos. Hoje, na Principal, ela reencontra atletas que também marcaram caminho pelas categorias de base, como Geyse e Ary Borges. 

“Fico muito feliz de ver as meninas que estavam na Sub-20 aqui e também gostei muito do trabalho. Ainda estou entendendo um pouco como funciona o jeito de jogar, mas gostei muito do primeiro treino,” encerra.

A Seleção Feminina enfrenta a Rússia no dia 11 de junho, às 16h (Horário de Brasília), no Estádio Cartagonova, em Cartagena (Espanha). Na sequência, a Canarinho encara o Canadá, no dia 14 de junho, no mesmo local e horário. Essa é a última Data FIFA antes da disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Guaraná Antártica VIVO Itaú Mastercard Voe GOL CIMED Semp TCL FIAT Pague Menos Café 3 Corações Techno Gym Stat Sports Kin Analytics