Sub-20 derrota o Uruguai por 2 a 1 no Chile

Sub-20 derrota o Uruguai por 2 a 1 no Chile

Com gols de Felipe Vizeu e Giovanny, Brasil mantém campanha 100% no Quadrangular de Seleções

20161014 Brasil x Uruguai Quadrangular de Seleções Sub20

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Enquanto a Sub-17 está na final e com cem por cento de aproveitamento em torneio na Índia, a Sub-20 confirma a boa fase da base brasileira também com uma campanha perfeita. Nesta sexta-feira, derrotou o Uruguai por 2 a 1 no Quadrangular de Seleções, disputado em Talca, no Chile.

Foi um início de jogo perfeito. O Brasil deu a saída de bola e chegou ao gol sem perder a posse dela em nenhum momento. 

Em uma jogada trabalhada de pé em pé, coube a Daniel achar o lançamento para Ravanelli, que disputou com o goleiro, mas não conseguiu definir. Felipe Vizeu, que já havia participado do início do lance lá na intermediária, chegou na área a tempo de pegar a sobra e, com muita calma, limpar a jogada para estufar as redes.

O gol de início poderia indicar um jogo fácil, mas não foi o que aconteceu. Com muito equilíbrio, as equipes se alternaram em chances de gol, mas o domínio da posse de bola foi brasileiro.

Antes do final da primeira etapa, o Uruguai ainda teve um pênalti a seu favor. Melhor para o Brasil, que tinha um atento Lucas Perri no gol. Ele voou no seu canto direito e evitou o empate uruguaio.

A segunda etapa começou com o zagueiro Artur no lugar de Nathan na defesa, mas na frente nenhuma mudança. Aliás, teve uma sim. O gol brasileiro não saiu com segundos, mas com menos de cinco minutos. Giovanny recebeu em velocidade na entrada da área e tocou com categoria para ampliar.

Antes dos 20 minutos, Micale realizou mais duas substituições: Caio Henrique e Matheus Savio nos lugares de Vander e Ravanelli, respectivamente. Pouco depois foi a vez de Léo Jabá substituir Daniel Penha. Só não houve mais alterações no placar. A se destacar, apenas a expulsão de Felipe Vizeu, que foi apartar uma confusão iniciada após o juíz mostrar o cartão vermelho a um jogador uruguaio e acabou sendo punido também.

Já nos minutos finais da partida, nos acréscimos, o Uruguai conseguiu diminuir o placar, mas não havia mais tempo para correr atrás do empate.

Com a segunda vitória - o Brasil derrotou o Equador por 3 a 0 na estreia -, a Seleção Brasileira agora tem seis pontos. Se não houver vencedor na partida seguinte desta noite, entre Chile e os equatorianos, o título está decidido. Na última rodada, o adversário será o anfitrião.

BRASIL

Lucas Perri, Gustavo, Nathan (Artur), Everson e Jefferson; Matheus Fernandes, Vander (Caio Henrique) e Ravanelli (Matheus Savio); Daniel Penha (Léo Jabá), Felipe Vizeu e Giovanny.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira