Base da Seleção Brasileira: semana de observações nos clubes de Goiás

Base da Seleção Brasileira: semana de observações nos clubes de Goiás

Coordenador do núcleo de observação das Seleções Brasileira de Base , Ricardo Perlingeiro, visitou clubes de Goiás e observou mais de 260 atletas das categorias sub-14, sub-15, sub-17 e sub-20

Ricardo Perlingeiro (à direita), coordenador do núcleo de observação das seleções de base Ricardo Perlingeiro (à direita), coordenador do núcleo de observação das seleções de base
Créditos: Divulgação CBF

O núcleo de observação técnica das categorias de base da Seleção Brasileira segue o cronograma de visitas institucionais aos clubes com o objetivo de acompanhar atletas selecionáveis e conhecer as estruturas dos departamentos de base e suas respectivas comissões técnicas. Nesta semana, o coordenador do núcleo, Ricardo Perlingeiro, foi a Goiânia observar atletas de Atlético-GO, Goiás e Vila Nova.

O profissional assistiu 11 jogos in loco, incluindo a decisão do Campeonato Goiano Sub-17 entre Atlético-GO x Aragoiânia. No total, foram observados 260 atletas nas categorias sub-14, sub-15, sub-17 e sub-20.  

"O Estado de Goiás é um celeiro de bons jogadores. Os principais clubes daqui possuem ótimas estruturas e estamos sempre de olho em busca de atletas selecionáveis. As visitas também nos permitem compartilhar nossas filosofias e conceitos de trabalho para que estejamos na mesma sintonia em relação à preparação de jogadores para a representar o Brasil. Agradeço, em nome da CBF, às direções de Atlético-GO, Goiás e Vila Nova pela recepção e por promover os amistosos para que pudéssemos ver os meninos em ação. Um dos focos principais no momento são os jogadores da geração 2008,  grupo que disputará o Sul-Americano Sub-15, em 2023", comentou Perlingeiro.

As visitas técnicas de treinadores e observadores das categorias de base da Seleção Brasileira são realizadas constantemente e servem como processo de aproximação entre clubes e Seleção Brasileira. Nestes encontros, os profissionais compartilham informações sobre o desenvolvimento de atletas já convocados ou que estejam no radar da Seleção. É uma oportunidade também para conhecer estruturas físicas e integrar-se com as comissões técnicas. Todas as informações coletadas durante jogos in loco e visitas vão para o banco de dados do departamento de seleções de base. 

Em 2022, mais de 2.000 jogadores já foram observados por todo o Brasil. 

Ricardo Perlingeiro Ricardo visitou estruturas físicas e se reuniu com profissionais técnicos de Atlético-GO, Goiás e Vila Nova
Créditos: Divulgação CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira