Seleção Sub-17 fica com o vice em Montaigu

Seleção Sub-17 fica com o vice em Montaigu

Brasil chega a estar na frente, consegue empate nos acréscimos, mas acabou ficando com o segundo lugar no Torneio Mondial de Montaigu

Brasil x Rússia - Sub-17 - Geração 2002

Créditos: CBF

Em um jogo emocionante, com direito a empate nos acréscimos, a Seleção Brasileira Sub-17 ficou com o vice-campeonato do Torneio Mondial de Montaigu nesta segunda-feira (2). Em jogo realizado na França, o Brasil empatou em 4 a 4 com Portugal no tempo normal, e foi derrotado por 4 a 2 nas disputa de grandes penalidades.

O primeiro tempo da decisão começou dando o tom da emoção que viria pela frente no jogo. Com um lance de oportunismo de Reinier, que aproveitou bola espirrada após tentativa de finalização de Peglow, o Brasil inaugurou o placar. 

Sem sentir o golpe, os portugueses conseguiram a virada logo na sequência e colocaram pressão nos meninos brasileiros. No entanto, a Seleção também não se perdeu e manteve o ímpeto ofensivo. Depois de bela troca de passes, Peglow fez um giro dentro da área no melhor estilo pivô de futsal e empatou o jogo.

O Brasil voltou melhor no segundo tempo e passou a dominar a posse de bola, mas Portugal foi mais efetivo. Em dois lances isolados, a seleção portuguesa conseguiu retomar a frente no placar e ainda ampliar em lance de bola parada.

Quando tudo indicava que este seria o resultado final, a Seleção Brasileira mostrou que não se entregaria. Primeiro com Peglow, que venceu disputa com o zagueiro na entrada da área e estufou as redes, e depois com Garcia, que completou cruzamento no último minuto da partida e empatou o placar.

A partida foi para os pênaltis e aí quem levou a melhor foram os portugueses: 4 a 2. Pelo Brasil, Reinier e Henri converteram suas cobranças, enquanto Daniel e Garcia pararam nas mãos do goleiro português.

Com o vice-campeonato, o Brasil encerra sua participação no Mondial de Montaigu com duas vitórias e dois empates. Ao todo, o time comandado por Paulo Victor Gomes marcou 18 gols e sofreu sete.

BRASIL

Gabriel Pereira, Garcia, Gabriel Noga, Henri e Emerson; Fabinho, Diego e Reinier; Pedro Arthur, Peglow e Kaká (Miguel).

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Mastercard GOL CIMED SEM TCL FIAT English Live Ultrafarma Technogym Statsports