Revelations Cup foi bom laboratório para a Seleção Sub-20 de 2023

Revelations Cup foi bom laboratório para a Seleção Sub-20 de 2023

Com jogadores das gerações 2003 e 2004, Seleção Brasileira mostrou competitividade em torneio realizado no México.

Seleção Brasileira Sub-18 encara Colômbia pela Revelations Cup Seleção Brasileira Sub-18 encara Colômbia pela Revelations Cup
Créditos: Foto/ Imago7/ Sebastian Miranda

O troféu de campeão não veio. Por detalhe. Nada que diminuísse o futebol apresentado pela Seleção Brasileira Sub-18 na Revelations Cup Sub-20. Somou seis pontos na classificação geral e ficou com o segundo lugar. O Brasil venceu dois jogos - Estados Unidos e Colômbia - e perdeu um, contra os anfitriões mexicanos. O confronto contra o México mostrou a importância da participação brasileira no recém criado torneio de base. 

Como explicou Dudu Patetuci, técnico das seleções de base formadas por atletas nascidos nos anos ímpares (categorias sub-16 e sub-18), o torneio fez parte da preparação e desenvolvimento da equipe que disputará o Torneio Sul-Americano Conmebol de 2023, classificatório para a Copa do Mundo Fifa Sub-20. O Brasil ficou de fora das duas últimas edições da competição. Por isso, até lá, o planejamento é realizar convocações, períodos de treinamentos e jogos internacionais.

O jogo contra o México foi muito competitivo. O Brasil saiu atrás do placar, buscou o empate, assumiu o controle da partida, mas se desequilibrou após sofrer o segundo gol, em lance contestável da arbitragem. Não justifica a derrota. Quando a equipe voltou a controlar as ações, o tempo já era curto para buscar o empate. No fim, o duelo foi um ótimo teste. Os mexicanos exigiram dos atletas controle emocional, para superar o placar adverso e a arbitragem contestável, e personalidade para encarar a pressão da torcida adversária e a agressividade na marcação. Um teste à altura de quem vai disputar o Sul-Americano, que oferece todos esses ingredientes. 

O confronto contra a Colômbia foi outro bom teste. Mas, no fim, o jogo propositivo do Brasil prevaleceu. Ainda assim, o estilo aguerrido dos colombianos, que reúne força física e técnica, dificultou as ações brasileiras.  

Patetuci conseguiu escalar o mesmo time nas três rodadas da Revelations Cup. O que se viu foi um grupo cada vez mais entrosado. A inclusão dos atletas da geração 2004 campeã sul-americana também mostrou ser importante no processo. À vontade com a Amarelinha, Andrey e Mycael foram titulares. Já Sávio e Matheus Nascimento entraram no decorrer dos jogos e foram importantes. O atacante do Botafogo, inclusive, marcou o gol que garantiu a vitória sobre a Colômbia por 3 a 2. 

Artilheiro do torneio, Marcos Leonardo foi um dos grandes destaques do Brasil. O jogador mostrou faro de gol e muita técnica. É uma das referências da geração. Demonstrou isso com liderança e ótimas atuações. Não à toa, acumula convocações na base desde 2018 e já figura entre os profissionais no seu clube, o Santos. Os atacantes de lado, Werton e Matheus Martins, completaram essa trinca de ataque promissora. A dupla deu muito trabalho aos adversários e foi muito bem nas jogadas ofensivas, com gols e assistências. O lateral Patryck Lanza, campeão do mundo sub-17, justificou a convocação pela categoria sub-18, com muita força na hora de defender e qualidade no apoio ao ataque. Segue evoluindo e pode ser importante no processo da Seleção Sub-20. 

Esse grupo ainda terá um ano pela frente para trabalhar visando o Torneio Sul-Americano. Nos clubes, os atletas ainda terão mais uma temporada inteira para seguir com performance digna de convocação, seja em suas equipes principais ou na base. A Revelations Cup possibilitou à comissão técnica conhecer mais os jogadores, suas personalidades e qualidades individuais no dia a dia. Vestir a camisa da Seleção Brasileira não é fácil. Quanto mais jogos se faz com a Amarelinha, mais natural torna-se representar o futebol mais vitorioso e respeitado do planeta. Estamos no caminho certo para retornar ao protagonismo na categoria sub-20. 2023 é logo ali. 

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira nike guarana antarctica vivo itau mastercard voe gol bitci free fire kwai grupo cimed fiat pague menos semp tcl cafe 3 corações techno gym stats ports kin analytics globus brasil