Paulo Victor elogia estreantes da Seleção Sub-17 e projeta oportunidades no reencontro com Paraguai

Paulo Victor elogia estreantes da Seleção Sub-17 e projeta oportunidades no reencontro com Paraguai

Técnico da Seleção Sub-17 avalia desempenho do time na vitória sobre o Paraguai por 3 a 0 em jogo preparatório

Com gols de Matheus Nascimento, Caio e Andrey, Brasil mostra repertório ofensivo e vence primeiro de dois jogos contra os donos da casa Com gols de Matheus Nascimento, Caio e Andrey, Brasil mostra repertório ofensivo e vence primeiro de dois jogos contra os donos da casa
Créditos: Bruno Pacheco/CBF

Paulo Victor Gomes conhece muito bem a geração de jogadores nascidos em 2004 e 2005. Com a bagagem de quem trabalhou com os meninos na categoria sub-15, PV agora segue desenvolvendo esses talentos para a Seleção Brasileira na categoria sub-17. A equipe brasileira venceu o Paraguai por 3 a 0 em jogo preparatório nesta quinta-feira, em Assunção, com um time formado pela base de atletas que se destacou na Seleção Sub-15. Mas o duelo marcou também a estreia de novos convocados. Oportunidade para o treinador observar e desenvolver mais possibilidades projetando as competições oficiais de 2023, como Copa do Mundo FIFA e Sul-Americano Conmebol. 

"Faço uma avaliação muito positiva do jogo, pela execução da ideia e de tudo que foi treinado e revisado no período que tivemos na Granja antes da vinda para o Paraguai. Com certeza deixaram uma boa impressão para a sequência deles dentro da Seleção. Temos conversado muito sobre isso: usar esses jogos preparatórios sem competições oficiais para que eles possam demonstrar seu valor e dar continuidade nas próximas categorias da Seleção Brasileira", explicou Paulo Victor, que ressaltou a entrega e competitividade dos meninos nos 90 minutos de confronto. 

O Brasil volta a enfrentar o Paraguai no próximo domingo (5). Para esse duelo, Paulo Victor projeta dar mais oportunidades para o grupo e aumentar seu leque de observação sobre os convocados. Na vitória por 3 a 0, alguns jogadores estrearam com a Amarelinha e se destacaram, como os casos de Caio e Luizinho. O primeiro marcou o segundo gol brasileiro, e o segundo bateu a falta que originou o gol brasileiro que fechou a contagem no Estádio Arsênio Erico, em Assunção. 

"Gostei muito dos estreantes de hoje. Do ponto de vista coletivo, é cedo para avaliar, mas, individualmente, se entregaram, deram o retorno esperado. Nesse segundo jogo, a gente pretende oportunizar ainda mais", entregou o treinador. 

O atacante Caio (foto) era só alegria após o jogo. Ele admitiu que teve que controlar a ansiedade na noite anterior à partida:

"Ontem à  noite parei para pensar sobre vestir a camisa da Seleção. Não é para qualquer um. É para os melhores. Não vou mentir, tive um pouco de ansiedade, mas consegui controlar e fui bem no jogo. Nunca imaginei uma estreia assim tão boa, com gol no meu primeiro toque. Só gratidão por tudo que estou vivendo agora", disse o jogador d a base do São Paulo.

Com gols de Matheus Nascimento, Caio e Andrey, Brasil mostra repertório ofensivo e vence primeiro de dois jogos contra os donos da casa Com gols de Matheus Nascimento, Caio e Andrey, Brasil mostra repertório ofensivo e vence primeiro de dois jogos contra os donos da casa
Créditos: Bruno Pacheco/CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira nike guarana antarctica vivo itau mastercard voe gol bitci free fire kwai grupo cimed fiat pague menos semp tcl cafe 3 corações techno gym stats ports kin analytics globus brasil