Jardine faz balanço sobre primeiro período de trabalho na Seleção

Jardine faz balanço sobre primeiro período de trabalho na Seleção

Técnico trabalhou com a nova equipe Sub-18 na Granja Comary de 4 a 10 de maio. Atletas destacaram novidades no trabalho

Seleção Brasileira Sub-18 na Granja Comary - Primeira convocação do técnico André Jardine

Créditos: Daniel Guimarães / CBF

A última semana foi a primeira de trabalho do técnico André Jardine nas categorias de base da Seleção Brasileira. O treinador convocou a nova equipe Sub-18, formada apenas por jogadores nascidos até 2001, no dia 26 de abril e trabalhou com os atletas do dia 4 de maio até esta sexta-feira (10) na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). 

A Seleção Sub-18 é uma novidade no futebol brasileiro. A ideia da coordenação das categorias de base da CBF é trabalhar uma maior variedade de idades dos atletas. O técnico André Jardine fez um balanço deste início de trabalho.

– Foi ótimo. Fechamos a semana da melhor maneira possível, com um coletivo de muito bom nível. Chegamos ao fim do período sem nenhuma lesão, com os atletas absorvendo as ideias. A resposta deles foi a melhor possível, demonstraram um profissionalismo muito grande, um nível alto de entrega, e já mostraram uma evolução notória neste final da semana. Foi muito bom assistir ao coletivo – declarou.

Yuri Alberto defende a base da Canarinho há algum tempo. O atacante do Santos dá as suas impressões do novo treinador e destaca as principais características do profissional no dia a dia.  

– Eu estava acostumado a ser convocado com os atletas da geração 2000. Agora temos essa novidade e o Jardine vem numa fase muito boa. Gostei muito dele durante os treinos. Do estilo de jogo, dos passes rápidos, da orientação que ele dá para a gente esconder o passe, não deixar muito na cara ali... Estou gostando muito dele. Acho que a gente vai para frente com este tipo de treinador – acrescentou. 

Com a experiência de quem já defendeu as equipes Sub-15 e Sub-17 da Seleção Brasileira, o goleiro Lucão também fez um panorama sobre as novidades no trabalho. O arqueiro destacou que este começo do treinador mostra que a filosofia dele vem de encontro ao que é aplicado nos clubes. 

– Foi uma experiência muito boa, é gratificante voltar para a Seleção. O professor Jardine passou o simples para a gente primeiro, porque teremos várias convocações ainda, outras preparações, mas este começo está sendo muito bom. A gente tem aprendido bastante coisa e acrescenta muito ao que a gente já ouve nos clubes – finalizou.

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações