Em Montaigu, Endrick pode quebrar tabu de 38 anos da Seleção Sub-17

Em Montaigu, Endrick pode quebrar tabu de 38 anos da Seleção Sub-17

Assim como na conquista inédita da Copinha 2022 pelo Palmeiras, Endrick pode ajudar o Brasil a conquistar de novo o Torneio de Montaigu. O último título foi em 1984

Seleção Sub-17 chega à França e faz primeiro treino antes da estreia no Torneio de Montaigu Seleção Sub-17 chega à França e faz primeiro treino antes da estreia no Torneio de Montaigu
Créditos: Bruno Pacheco/CBF

Rodrygo, Yuri Alberto, Reinier, Marcos Leonardo, João Peglow, Marquinhos. É vasta a lista de jovens brasileiros que passaram pelo tradicional Torneio de Montaigu, na França, vestindo a Amarelinha e despontaram anos depois para o futebol profissional . A competição realizada na França desde 1976 é uma importante etapa de preparação e desenvolvimento para os atletas sub-17 e uma vitrine para todo o mundo. Afinal, o torneio recebe as categorias de base das seleções mais bem ranqueadas do planeta.

Na edição 2022, o Brasil será representado por uma geração muito forte e talentosa, que carregará a responsabilidade de defender o título mundial da categoria, no próximo ano. Entre os atletas convocados pelo técnico Phelipe Leal está o atacante Endrick, do Palmeiras. O jogador de 15 anos vive a expectativa de disputar sua primeira competição oficial com a Seleção Brasileira. 

Já os fãs da Canarinho aguardam ansiosos para rever o menino que conquistou o país durante a campanha do Palmeiras na Copinha 2022.  Endrick foi decisivo para que o clube paulista erguesse a taça tão sonhada por seu torcedor. Agora, o atacante quer ajudar a quebrar um outro tabu. O Brasil não conquista o Torneio de Montaigu há 38 anos. O último título foi em 1984. 

 

"A gente sabe que tem muito tempo que o Brasil não vence esse torneio, mas acredito que essa nossa equipe pode fazer uma grande competição e sair campeã. É o que mais queremos", disse Endrick após o primeiro treino da Seleção Sub-17 na França.  

A Seleção Sub-17 está no Grupo B da competição ao lado de México, Holanda e Inglaterra. O grupo A é formado por França, Portugal, Bélgica e Argentina. Não terá jogo fácil para Endrick e seus companheiros. Montaigu é uma competição marcada pelo equilíbrio e pelo nível muito alto de competitividade. Para o atacante brasileiro,  a equipe está pronta para o desafio:

"Temos uma equipe muito firme. Somos muito unidos e estamos bem entrosados. Que a gente possa fazer um grande campeonato. É uma experiência inexplicável vestir a Amarelinha", concluiu. 

O Brasil estreia nesta terça-feira (12) contra o México às 14h (horário de Brasília). O jogo não será transmitido ao vivo. A organização do torneio vai exibir a íntegra da partida horas depois na página oficial da competição no Youtube. A CBF TV vai publicar os gols e melhores momentos aqui no site da CBF ao final da partida.  

Seleção Sub-17 chega à França e faz primeiro treino antes da estreia no Torneio de Montaigu Endrick treina com Seleção Sub-17 na França
Créditos: Bruno Pacheco/CBF

PATROCINADORES

Seleção Brasileira