Brasil vence o Equador por 1 a 0

Brasil vence o Equador por 1 a 0

Diante dos donos da casa, Seleção Brasileira marca com Felipe Vizeu e sai na frente no Grupo A da competição

Equador x Brasil pelo Sul-americano Sub20

 

Com o pé direito! Na estreia do Sul-Americano Sub-20, a Seleção Brasileira venceu o Equador por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (18), no Estádio Olímpico Riobamba. Em um jogo equilibrado tecnicamente contra os donos da casa, o Brasil marcou com Felipe Vizeu e garantiu os primeiros três pontos na competição.

Com o resultado, o Brasil lidera a tabela do Grupo A, seguido de Colômbia e Paraguai, que empataram em 1 a 1 mais cedo, no mesmo estádio. O próximo compromisso do time de Rogério Micale será na sexta-feira (20), às 20h (de Brasília), contra o Chile, que não jogou nesta rodada. A partida será novamente em Riobamba.

O jogo

O equilíbrio marcou o primeiro tempo da partida em Riobamba. O Brasil foi superior nos primeiros minutos e teve boas chances de gol. Em uma delas, Caio Henrique cobrou falta e obrigou o goleiro Cevallos a se esticar para fazer a defesa. Depois, aos oito minutos, Lucas Paquetá arrancou pelo meio e mandou para a área. David Neres evitou a saída da bola e passou para Richarlison, que tocou para o meio. Paquetá estava no lance, mas não alcançou a bola por muito pouco. Aos 17, em outra boa armação do camisa 10, Richarlison invadiu a área sozinho e rolou para Felipe Vizeu, que chutou por cima. Três minutos depois, Richarlison recebeu de David Neres e chutou forte para defesa de Cevallos. A partir dos 30 minutos, o Equador passou a investir mais e levou perigo. Em uma chance, Cabezas ficou cara a cara com o goleiro Caique, mas mandou para fora.

Logo no início do segundo tempo, Vargas cometeu falta dura em Richarlison e acabou sendo expulso pelo segundo cartão amarelo. Com a expulsão do lateral equatoriano, o Brasil ficou em vantagem numérica e aproveitou. Aos sete minutos, Lyanco lançou Richarlison na esquerda. O camisa 18 recebeu e passou para Felipe Vizeu, que não desperdiçou: 1 a 0. Melhor em campo, a Seleção ainda criou boas chances com Felipe Vizeu, que tirou tinta da trave em cabeçada, e depois, aos 32, na cobrança de falta de Douglas Luiz, que viu Cevallos se esticar para fazer a defesa. Na única boa chegada do Equador na etapa complementar, Dodô apareceu bem para cortar a bola de Ayoví. A equipe brasileira administrou o resultado positivo até o apito final e assumiu a liderança do Grupo A da competição.

Brasil: Caique, Dodô, Lyanco, Léo Santos (Lucas Cunha) e Guilherme Arana (Rogério); Caio Henrique, Douglas Luiz e Lucas Paquetá; David Neres, Felipe Vizeu e Richarlison (Giovanny). 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira