Sub-20 vence o Paraguai pelo Sul-Americano

Sub-20 vence o Paraguai pelo Sul-Americano

Pela terceira rodada, neste domingo (22), Seleção Brasileira supera paraguaios por 3 a 2 e, com sete pontos, se classifica para o hexagonal final

Brasil x Paraguai pelo Sul-Americano Sub-20

 

A Seleção Brasileira bateu o Paraguai por 3 a 2, neste domingo (22), no Estádio Bellavista, em Ambato (EQU), e garantiu a vaga no hexagonal final do Sul-Americano Sub-20. Com gols de Matheus Sávio, Richarlison e Felipe Vizeu, o Brasil alcançou a segunda vitória na competição.

Com sete pontos em três rodadas, a equipe comandada por Rogério Micale fecha a participação na primeira fase na próxima terça-feira (25), às 22h15, diante da Colômbia, em Riobamba.

O Jogo

O Brasil iniciou a partida valorizando a posse de bola e envolvendo o Paraguai. Com paciência e troca de passe, a Seleção Brasileira quase chegou ao gol aos 11 minutos. Matheus Sávio desceu em velocidade pelo meio, acionou Richarlison que, de primeira, acertou o pé da trave. Aos 28 minutos, foi a vez de Richarlison achar Léo Jabá na segunda trave, mas o goleiro Arzamendia fez grande defesa e manteve o zero no placar. O Paraguai respondeu em seguida, mas o goleiro Caíque mostrou poder de reação e, após rebote, salvou o chute de Ferreira. A vitória parcial brasileira foi garantida por Matheus Sávio. Aos 38 minutos, em cobrança de falta, o camisa 20 contou com o desvio na barreira para surpreender o goleiro e abrir o placar, 1 a 0.

Na volta do intervalo, a Seleção Brasileira manteve a postura ofensiva e, logo aos cinco minutos, Léo Jabá assustou em chute cruzado. A estratégia surtiu efeito e, aos 12, o Brasil ampliou com Richarlison. Após reposição de bola de Caíque, Vizeu desviou de cabeça e a bola sobrou para o camisa 18 que, em velocidade, tocou na saída do goleiro, 2 a 0. Em vantagem numérica, após a expulsão de Villalba, a Seleção continuou pressionando e chegou ao terceiro, aos 19 minutos, com Felipe Vizeu completando troca de passes entre Matheus Sávio e Léo Jabá. O Paraguai descontou com dois gols de Jesus Medina, mas não foi suficiente para impedir a vitória brasileira: 3 a 2.

Brasil: Caique, Dodô, Gabriel, Robson e Guilherme Arana; Caio Henrique (Maycon), Douglas Luiz e Matheus Sávio; Léo Jabá, Felipe Vizeu (Artur) e Richarlison (David Neres). Técnico: Rogério Micale

PATROCINADORES

Seleção Brasileira