Baú da Seleção: Ademilson cita volta por cima no Torneio de Toulon em 2014

Baú da Seleção: Ademilson cita volta por cima no Torneio de Toulon em 2014

Um dos melhores jogadores da edição, o atacante relembra com carinho do título, os conselhos de Alexandre Gallo e a superação da categoria

Ademilson foi o camisa 10 do Brasil no título do Torneio de Toulon de 2014 Ademilson foi o camisa 10 do Brasil no título do Torneio de Toulon de 2014
Créditos: Acervo Pessoal

O dia 1º de junho de 2014 ficou marcado na história e na memória de Ademilson Braga Bispo Junior. O atacante, que atualmente atua no Gamba Osaka, do Japão, foi responsável por marcar dois gols na vitória da Seleção Brasileira Sub-21 por 5 a 2 na decisão do Torneio de Toulon contra a França. Aquele foi o oitavo título do Brasil na competição e o segundo de Ademilson, que se lembra com muito carinho daquela conquista.

Parte da geração de 1994, o jogador começou na base do São Paulo em 2005 e ficou por lá até 2015, quando foi atuar em solo japonês. Considerado um dos melhores daquela competição e se destacando em todos os jogos, Ademilson já atuava no time principal quando foi convocado por Alexandre Gallo. Em conversa com a equipe da CBF, ele contou mais sobre aquele título para o quadro "Baú da Seleção".

Ademilson comemora título do Torneio de Toulon de 2014 com companheiros de Seleção Ademilson comemora título do Torneio de Toulon de 2014 com companheiros de Seleção
Créditos: Acervo Pessoal

“Recordar esses campeonatos é sempre bom, pois foi um momento muito bacana. Um fato que ficou marcado para mim é que no ano anterior, em 2013, joguei o Sul-Americano Sub-20 e o time foi eliminado na primeira fase. Estávamos em baixa por isso. Quando começaram os treinamentos para o Torneio de Toulon, fui convocado com outros dois jogadores que estavam naquela competição, então não era fácil. Quando cheguei na preparação, o Gallo virou para nós três e disse que brigou para nos ter lá e que confiava na gente. Ele queria resgatar a moral do grupo e nos deu a missão de levar a Seleção para cima, sermos campeões e com bom desempenho”, recorda o jogador.

As palavras ficaram marcadas para sempre na memória do atacante. Depois daquele discurso, a cabeça do jogador mudou para o torneio, o foco ficou ainda maior e assim a conquista do título chegou. Foram 5 jogos, com 5 vitórias e nenhuma derrota. Ademilson, que antes carregava o peso da campanha ruim no ano anterior, marcou três gols importantes e levou o Brasil ao título em Toulon.

“Depois daquela conversa, fomos campeões e fui o terceiro melhor jogador do campeonato. Então o Alexandre Gallo veio até mim e falou que o dever havia sido cumprido. As palavras dele foram: ‘Pronto, era isso que eu queria de você e você conseguiu me dar. Agora vamos resgatar os outros jogadores que ainda podem dar algo por nós”, disse.

Ademilson comemora título do Torneio de Toulon de 2014 com companheiros de Seleção Ademilson comemora título do Torneio de Toulon de 2014 com companheiros de Seleção
Créditos: Acervo Pessoal

A decisão contra os franceses, que jogavam em casa, não foi fácil. Logo aos seis minutos, Bahebeck abriu o placar de pênalti. Pouco depois, foi a vez do Brasil balançar as redes e Alisson empatou, mas a França ainda conseguiu ficar na frente quando Bahebeck fez mais um aos 14'. Antes do intervalo, Ademilson converteu penalidade aos 30 minutos para empatar. Já no segundo tempo, Marquinhos comandou a virada, seguido por gols de Ademilson e Thalles. Placar final: 5 a 2 e festa brasileira.

"Na final eu lembro que chegamos confiantes, porque estávamos jogando bem, mas eles começaram mais ligados e saíram na frente no placar. Então, o começo foi difícil, mas olhávamos um para o outro e não tínhamos desespero no olhar, continuamos jogando tranquilos. Os mais experientes conversavam bastante com a gente e isso nos ajudou nessa partida a empatar e depois virar o placar", falou o atleta.

Vice-artilheiro da competição, Ademilson fez três gols, todos de pênalti, em duas partidas diferentes. No segundo jogo da Seleção, marcou o seu contra a Colômbia na vitória por 2 a 1. Depois, os dois na final diante da França. Para ele, o mais especial foi último. “Todos os gols são importantes, independente de ser de penalidades ou não. Acho que o segundo gol da final foi mais importante por dar uma tranquilidade para o time. Ficamos com dois gols na frente e mais tranquilos jogando. E para mim foi muito importante ter  marcado duas vezes na decisão”, lembra.

Campeão em 2013 do mesmo Torneio em Toulon, o atacante guarda a vitória de 2014 com carinho nas lembranças, além de duas camisas que usou naquele ano e o troféu de terceiro melhor jogador. Ele fala também que o grupo era muito unido, companheiro e passavam as noites conversando bastante.

"Acho que as duas conquistas foram importantes, cada uma da sua forma. Mas a de 2014 foi muito por termos sido bicampeões do torneio e pela superação do Sul-Americano. Poder carimbar a boa passagem pela Seleção foi muito importante e também fiquei feliz em retribuir a confiança que o Gallo depositou em mim", afirmou Ademilson.

Ademilson comemora título do Torneio de Toulon de 2014 com companheiros de Seleção Ademilson comemora título do Torneio de Toulon de 2014 com companheiros de Seleção
Créditos: Acervo Pessoal

Por último, o jogador exaltou a importância de vestir a camisa do Brasil e de ter memórias tão especiais de sua passagem com a camisa verde e amarela.

"Sempre foi um sonho estar na Seleção, sempre queríamos estar lá. Depois que fui a primeira vez, não fiquei mais sem ir, fui chamado em todas as convocações. Então eu amava estar ali naquele time, com pessoal da minha idade, meus amigos e companheiros que fiz nessa trajetória, com pessoal da comissão, todo mundo. Fora isso, o prazer de vestir a amarelinha. Para a minha carreira e para o pessoal, foi excelente. Vou sempre lembrar desses momentos porque não são todos que conseguem viver isso", concluiu.

ADEMILSON 009 Ademilson durante treino na Granja Comary
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports