André Jardine assume Seleção Brasileira Sub-20

André Jardine assume Seleção Brasileira Sub-20

Aos 39 anos, profissional assinou contrato com a CBF nesta quarta-feira (3) e vai comandar a Sub-20 da equipe canarinho

André Jardine é o novo técnico da Seleção Brasileira Sub-20

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

André Jardine é o novo técnico da Seleção Brasileira Sub-20. O profissional, de 39 anos, assinou contrato com a CBF nesta quarta-feira (3). Jardine se reuniu com o Coordenador de Seleções de Base, Branco, e com o presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo, para acertar os próximos passos do trabalho que será desenvolvido na categoria. Multicampeão a frente de equipes de base consideradas referências no Brasil, o novo comandante da Sub-20 soma 33 títulos, entre eles o bicampeonato da Copa do Brasil Sub-20 dos anos de 2015 e 2016 (ambos de forma invicta) e a Libertadores Sub-20 de 2016, todos estes pelo São Paulo. 

– Chegar na Seleção é um sonho que se realiza. O sentimento é de um grande desafio, mas me sinto preparado para esse momento – diz Jardine. 

O Presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo, destacou o vitorioso currículo de Jardine e a experiência do treinador em comandar jovens atletas. 

– Escolhemos o Jardine por entender que ele é o maior especialista em base no Brasil hoje. Trabalhou por mais de 15 anos e passou do Sub-10 ao Sub-20 com excelente aproveitamento. Os seus títulos impressionam.

Caboclo anunciou uma mudança no modelo de trabalho da base.
“Vamos segmentar as Seleções por ano de nascimento dos atletas para dar rodagem aos jogadores de cada idade com a camisa da Seleção”.

André Jardine fará parte de um trabalho inédito na base da Seleção Brasileira, que resulta na convocação de atletas Sub-16, Sub-18 e Sub-19,  além das categorias oficiais, Sub-15, Sub-17 e Sub-20. A ideia é monitorar ao máximo os jovens atletas do futebol brasileiro. 

– Convocaremos as Seleções com a maior frequência possível para treinos e amistosos. Vamos povoar a Granja Comary com a base do Brasil – acrescentou Caboclo.  

O Coordenador de Base da CBF, Branco, pontua que a chegada de André Jardine representa o início de uma nova diretriz para o futuro da base da Seleção Brasileira.

– Estamos começando uma etapa importante de um processo que recolocará a nossa base no protagonismo. E a contratação deste experiente profissional é um marco deste novo ciclo – afirmou.   

Formado em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), André Jardine iniciou a trajetória como treinador na base em 2003, no Internacional. Ficou por cerca de dez anos no Colorado e passou por todas as equipes de base, conquistando 24 títulos. Em meados de 2013, o técnico foi contratado para o Sub-17 do Grêmio. Comandou o Sub-20 do tricolor gaúcho e chegou a treinar a equipe principal.

O bom desempenho despertou a atenção do São Paulo, que o contratou no primeiro semestre de 2015. Em três anos, conquistou oito títulos no time sub-20 do Tricolor: Copa Ouro, duas Copas do Brasil, três Copas RS, Libertadores da América e Campeonato Paulista da categoria, e também chegou a comandar a equipe principal do time do Morumbi.

PATROCINADORES

Seleção Brasileira