Comissão da Seleção Feminina Sub-17 elabora protocolo físico para retorno das atividades

Comissão da Seleção Feminina Sub-17 elabora protocolo físico para retorno das atividades

Trabalho contém histórico das atletas elaborado pelo preparador físico Thiago Rezende, que mantém contato direto com as jogadoras e os preparadores físicos dos clubes

Seleção Feminina Sub-17 treina na Granja Comary Seleção Feminina Sub-17 treina na Granja Comary
Créditos: Laura Zago/CBF

Depois de cinco meses afastados dos gramados, a volta aos treinos com bola requer cuidados especiais com a preparação física. Para a convocação da Seleção Feminina Sub-17, a comissão técnica elaborou um protocolo detalho para auxiliar no retorno das atletas às atividades nos gramados.

O trabalho é fruto de um histórico das atletas elaborado pelo preparador físico Thiago Rezende, que mantém contato direto com as jogadoras e os preparadores físicos dos clubes. Principalmente ao longo do período de isolamento social, quando as atletas realizaram os treinos em casa. 

"Nossa ideia é fazer uma progressão de carga gradual, porque com a pandemia algumas competições da categoria foram adiadas. Com os resultados das avaliações, vamos inserindo um das atividades que precisamos trabalhar e aprimorar o que já temos de qualidade no nível físico e tático", explica Thiago. 

Seleção Feminina Sub-17 se apresenta na Granja Comary para fase de preparação Seleção Feminina Sub-17 se apresenta na Granja Comary para fase de preparação
Créditos: Laura Zago/CBF

A volta aos treinos é tratada com muito cuidado. Durante a primeira semana de convocação, as atletas passaram por exames físicos e médicos. O objetivo é dosar a carga de treinos para que as atletas atinjam a melhor perfomance física durante o Campeonato Sul-Americano da categoria, em novembro deste ano, no Uruguai. 

"A nossa maior preocupação é evitar lesões. Porque nesses meses elas treinaram em casa, longe do campo, da supervisão pessoal dentro das atividades do clube. Estamos realizando várias avaliações físicas, que já estavam no nosso protocolo, mas nessa convocação focamos no isocinético, para detectarmos se tinha uma atleta com desequilíbrio muscular. E assim, trabalharmos para que atinjam o condicionamento ideal", detalha Thiago. 

A convocação da Seleção Feminina Sub-17 respeita um rigoroso protocolo médico. Para receber a delegação, a Granja Comary passou por significativas mudanças na estrutura e na rotina dos funcionários. Além do uso obrigatório de máscara e álcool em gel, diariamente, todos responderão um inquérito epidemiológico para avaliação da saúde. O Centro de Treinamento também passará por sanitização duas vezes na semana. 

 

 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports