Seleção Feminina Sub-20 inicia trajetória no quadrangular final diante da Colômbia

Seleção Feminina Sub-20 inicia trajetória no quadrangular final diante da Colômbia

Em busca do nono título, Guerreiras chegam ao quadrangular decisivo com a melhor campanha e a melhor defesa do torneio

Classificado para o quadrangular final, Brasil encerrou a primeira fase diante do Paraguai Classificado para o quadrangular final, Brasil encerrou a primeira fase diante do Paraguai
Créditos: Staff Images Woman/CONMEBOL

Quatro vitórias em quatro jogos, 17 gols marcados, nenhum gol sofrido, melhor campanha da primeira fase e classificação antecipada para o quadrangular final. Essas são as credenciais da Seleção Feminina Sub-20 na briga pelo título do Campeonato Sul-Americano. Nesta segunda-feira (18), o Brasil começa sua caminha no quadrangular final diante da Colômbia, no Estádio Nicolás Chauán Nazar, em La Calera (CHI). A partida contará com transmissão ao vivo do Sportv. 

Brasil x Colômbia

Data: 18 de abril (segunda-feira)
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Nicolás Chahuán Nazar, La Calera (Chile)
Transmissão: SporTV

Partiu fase final:

O Uruguai ficou com a segunda vaga da chave e, no grupo B, Venezuela e Colômbia avançaram. A disputa da segunda fase também ocorre em pontos corridos. Campeão e vice garantem vaga para a Copa do Mundo da categoria, que ocorre em agosto na Costa Rica. Única campeã da história do Sul-Americano, a Seleção vai em busca do nono título da competição. Relembre a trajetória da equipe até a fase final.

Na estreia, as Guerreiras enfrentaram uma verdadeira muralha celeste. Organizado e compacto, o Uruguai levou pouco perigo à meta brasileira, mas deu muito trabalho ao ataque da Canarinho. O Brasil criava muitas chances, arrumava espaços, mas esbarrava na linha defensiva e nas boas defesas da goleira Vanina. Tarciane veio ao resgate: com bastante categoria, a zagueira marcou de pênalti e, três minutos depois, ampliou de cabeça na cobrança de escanteio de Ana Clara. “Competência e resiliência” que decretaram o triunfo da Canarinho por 2x0, na avaliação do treinador Jonas Urias

Contra a Bolívia, o que se viu no estádio Nicolás Chahuán Nazar, em La Calera, foi um espetáculo “à brasileira”. A pressão imposta às adversárias do início ao fim da partida e a postura focada e implacável da Seleção resultaram numa atuação de gala. O placar de 10x0 foi construído de forma coletiva, o que se refletiu na distribuição dos gols, marcados por nove jogadoras diferentes, oriundas de todas as posições de linha.

Classificado para o quadrangular final, Brasil encerrou a primeira fase diante do Paraguai Classificado para o quadrangular final, Brasil encerrou a primeira fase diante do Paraguai
Créditos: Staff Images Woman/CONMEBOL

A goleada contra o Equador garantiu a vaga para a fase final com uma rodada de antecedência e trouxe ainda mais confiança às Guerreiras. Antes do duelo, as equatorianas eram as únicas adversárias ainda invictas, mas sucumbiram à forte pressão brasileira, que se manteve durante toda a partida. Antes mesmo de o cronômetro marcar 30 minutos de jogo, a Seleção já tinha construído uma vantagem de 3x0, ampliada com gol de Analuyza na segunda etapa. 

Para encerrar com chave de ouro sua participação na primeira fase, o Brasil derrotou o Paraguai por 1x0, com um golaço de fora da área de Analuyza. Já sem perspectiva de classificação, as paraguaias baixaram as linhas e montaram boa estratégia defensiva contra a Seleção, que entrou com equipe bastante modificada para dar minutagem ao elenco e prepará-lo para a fase final.

Próximos passos

O Brasil estreia no quadrangular final diante da Colômbia nesta segunda-feira (18). Na sequência, a Canarinho enfrenta o Uruguai na quinta-feira (21), às 17h (Horário de Brasília). Na rodada final, a Seleção enfrenta a Venezuela no domingo (24), às 20h30 (Horário de Brasília). As duas melhores campanhas garantem vaga na Copa do Mundo Feminina Sub-20, que será disputa na Costa Rica, em agosto. 

PATROCINADORES

Seleção Brasileira