Jéssica de Lima fala sobre preparação e nível do Sul-Americano Sub-20

Jéssica de Lima fala sobre preparação e nível do Sul-Americano Sub-20

Auxiliar técnica da Seleção Feminina Sub-20 analisou o desempenho das brasileiras e exaltou a competitividade do torneio

Jogo-Treino: Seleção Feminino Sub-20 x Botafogo Jogo-Treino: Seleção Feminino Sub-20 x Botafogo
Créditos: Adriano Fontes/CBF

A Seleção Feminina Sub-20 está invicta no Campeonato Sul-Americano da categoria e terá mais um desafio na quinta-feira (12). Depois de vencer Peru e Paraguai, o Brasil encara o Uruguai, às 21h15, no Estádio Provincial Juan Gilberto Funes, em San Luís, com transmissão no YouTube da Conmebol. Fechando a primeira fase, a equipe ainda enfrentam o Chile no sábado.

Em preparação forte para a reta final da primeira fase, a equipe comandada por Jonas Urias está aproveitando a rodada de folga para estudar os adversários e se organizar. Para a auxiliar técnica Jéssica Lima, as brasileiras tiveram um desempenho muito positivo até aqui.

- O desempenho está dentro daquilo que esperamos e do que nos programamos nos confrontos contra Peru e Paraguai. São times que jogam com linhas baixas e dificultam as ações ofensivas, porém nossas meninas foram exemplares. Só ficou faltando o último passe com mais qualidade, deixando as atacantes com chances mais claras de fazer gol. Estamos felizes com o que vimos nessas partidas - destaca.

O Brasil já enfrentou as uruguaias e as chilenas em outras oportunidades, ambas durante a Liga Sul-Americana Sub-19, organizada pela Conmebol. Nos dois duelos, a Seleção conseguiu vencer com placares elásticos e boas atuações. Mesmo já conhecendo as adversárias, Jéssica sabe que o time precisa ter atenção.

- A preparação vai a cada partida. Estudamos muito bem os adversários, até por já ter enfrentado em situações diferentes. Tem equipes com meninas que não estavam quando jogamos contra, nós também estávamos com atletas diferentes. A cada jogo somos bem minuciosos em relação ao estudo do adversário e a preparação tem que ser a mais perfeita possível. Serão dois embates difíceis que vão exigir muito das atletas. Estamos fazendo uma boa recuperação para que elas estejam em condições máximas nesses jogos - reforça.

No Grupo B, o Brasil soma seis pontos e duas vitórias. Paraguai e Uruguai tem uma vitória cada, enquanto o Chile está com duas derrotas e zero pontos. A auxiliar técnica da Seleção Sub-20 afirmou que a comissão está atenta a todos os jogos e feliz com o nível do torneio.

- Estamos acompanhando todos os jogos do Grupo A. Estamos focadas nos nossos adversários agora e nos próximos que podemos enfrentar se nos classificarmos. Acompanho futebol feminino há muitos anos e garanto que este é o Sul-Americano mais competitivo que já aconteceu. São equipes que estão tendo mais jogos. O nível é sim o maior de todos os tempos e isso nos faz estudar mais, nos organizar mais e nos prepararmos melhor. Percebemos que muitas equipes estão subindo de patamar de um ano para o outro, a modalidade está crescendo muito e a passos largos. Estamos vendo muitas seleções com padrão de jogo, modelo instituído de jogar, meninas com qualidade individual. Essa competição está mostrando a evolução do esporte no continente e ficamos muito felizes com isso - finaliza

PATROCINADORES

Seleção Brasileira Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports